Poli Itinerante atende no Mangueirão casos de Covid-19 e outras síndromes gripais

Um dos serviços oferecidos na Policlínica Itinerante instalada no Mangueirão é o acesso a medicamentos, quando receitados pelos médicos

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que a partir desta quinta-feira (12), começa a funcionar uma unidade da Policlínica Itinerante no no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, das 8h às 17h, com entrada pelo portão A2, com limite de 250 atendimentos diários.

O objetivo é prestar atendimento em casos leves e moderados de Covid-19 e outras síndromes gripais, disponibilizando consultas médicas, exames de RT-PCR para diagnóstico de Covid-19 e medicamentos quando necessário, assim como ocorre na Policlínica Itinerante, que funciona no estacionamento do Hangar Convenções e Feiras da Amazônia.

A unidade foi aberta no Mangueirão, porque em função do processo eleitoral foram encerradas, nesta quarta-feira (11), os atendimento na Escola Estadual José Valente Ribeiro, no bairro da Cabanagem e Escola Estadual Arthur Porto, no Jurunas, já que as instituições de ensino são utilizadas como locais de votação. Nesta quinta-feira (12), as duas unidades passarão por processo de desinfecção.

A Sespa ressalta que as pessoas com sinais e sintomas mais graves da doença, como falta de ar, devem procurar atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Pronto Socorros.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, ressalta que a intenção da Sespa é garantir, de forma descentralizada, o atendimento ao paciente logo nos primeiros sinais e sintomas da doença para evitar o seu agravamento e necessidade de internação hospitalar.

Porém, segundo ele, além de ter um serviço de saúde disponível, é fundamental que a população mantenha as medidas preventivas contra a Covid-19, durante o período chuvoso, época em que também aumentam os casos de doenças respiratórias causadas por outros vírus, como os da gripe sazonal. “É muito importante continuar evitando aglomerações, usar máscaras o tempo todo e higienizar as mãos com água e sabão ou álcool 70%”, enfatizou o titular da Sespa.

Outros serviços – Os pacientes com síndrome gripal também podem buscar atendimento na Policlínica Itinerante, das 8h30 às 17h, no estacionamento do Hangar, com limite de 250 atendimentos diários; e na Unidade da Pedreira e Unidade da Doca, de segunda à sexta-feira das 8h30 às 17h, e sábados, domingos e feriados das 8h30 às 13h30, com limite de 60 atendimentos por dia em cada unidade.

Número de atendimentos – Desde quando começaram a funcionar, as unidades da policlínica itinerante já realizaram, ao todo 8.622. Houve 2.783 atendimentos na UBS Pedreira, 2.707 na URE-Doca, 128 na Escola Estadual José Valente Ribeiro, na Cabanagem; 122 na Escola Estadual Arthur Porto, no Jurunas; e 2.882 atendimentos na Policlínica Itinerante no Hangar.

Texto: Roberta Vilanova/Sespa

Foto: Ricardo Amanajás/Ag. Pará

Você pode gostar...