Oficina orienta o Projeto AcolheSUS no Pará

FOTO: JOSÉ PANTOJA / ASCOM SESPA

Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) participaram, nos dias 2 e 3 de outubro, na Escola de Governança Pública do Estado do Pará, da Oficina Local do Projeto de Qualificação das Práticas de Cuidado a partir das Portas de Entrada do SUS (Projeto AcolheSUS), que tem o objetivo de qualificar o acesso e as práticas de cuidado por meio da implantação/implementação da Diretriz Acolhimento da Política Nacional de Humanização (PNH) nos serviços de saúde.

No Pará, o projeto será desenvolvido de 2017 a 2018, por meio de cooperação técnica entre a Sespa e o Ministério da Saúde, garantindo a colaboração de consultores técnicos para apoiar o seu desenvolvimento no Estado. O Pará, inclusive, é tido como referência, juntamente com os estados do Tocantins e da Paraíba, devido ao trabalho que já vem desenvolvendo frente à PNH.

FOTO: JOSÉ PANTOJA / ASCOM SESPA

O coordenador estadual de Humanização, Guilherme Martins, informou que o Projeto AcolheSUS foi ofertado para todos os estados como proposta de trabalho prioritário da Coordenação Geral da PNH (CGPNH) e que a primeira etapa do projeto incluiu a adesão e contratualização com o Estado, adesão ao Projeto, formalização do Grupo Executivo Estadual (GEE) e definição do campo de atuação do projeto.

“Já tivemos a assinatura do Termo de Compromisso entre a esfera federal e estadual; foi constituído um Grupo Executivo Estadual, com representantes da Sespa, Colegiado de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e Coletivo Ampliado de Humanização do Estado; e um Grupo Executivo Local (GEL), com representantes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps Renascer) e 1º Centro Regional de Saúde (1°CRS); e já realizamos oficinas de alinhamento para a realização das próximas etapas”, explicou Guilherme.

Dessa forma, o objetivo da oficina foi instrumentalizar os representantes da Sespa e do Caps Renascer – onde será realizada a Experiência Piloto – para a qualificação das práticas de gestão e cuidado em Rede de Atenção à Saúde (RAS), por meio da implantação/implementação da Diretriz Acolhimento da Política Nacional de Humanização.

FOTO: JOSÉ PANTOJA / ASCOM SESPA

Como programado, durante a oficina, o secretário de Estado de Saúde, Vitor Mateus, e a coordenadora geral da PNH, Maíra Batista Botelho, assinaram o termo de contratualização/articulação institucional das ações do Projeto AcolheSUS-Experiência Piloto, foi feito o diagnóstico situacional da unidade de saúde em rede e elaborado o plano de trabalho com estabelecimento de indicadores que serão as ferramentas de monitoramento e avaliação.

A oficina contou com a participação de 32 pessoas, entre membros do GEE-PA e do GEL/PA, profissionais de saúde e técnicos da Coordenação Geral da Política Nacional de Humanização (CGPHN) do Ministério da Saúde e um representante da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp)/Laser/Fiocruz

Você pode gostar...