Abertura da campanha Novembro Azul é nesta quarta-feira

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) por meio da Coordenação estadual da Saúde do Homem, vinculada a Diretoria de Políticas de Atenção Integral à Saúde, realiza, nesta quarta-feira (01.11), a abertura da Campanha Novembro Azul, às 14h, no auditório de Práticas Jurídicas da Escola Superior Madre Celeste (Esmac), do Conjunto Cidade Nova 8, em Ananindeua.

A campanha tem como objetivo sensibilizar a sociedade, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata. O evento também conta com a parceria da Secretaria de Saúde de Ananindeua (Sesau).

Pesquisas do Ministério da Saúde mostram que, do total de pessoas entre 20 e 59 anos que morrem no país, 68% são do sexo masculino. Já de acordo com o IBGE, os homens vivem, em média, sete anos a menos do que as mulheres. Para amenizar tal situação é que desde 2009, por meio da criação da Política Nacional de Saúde do Homem, as secretarias municipais e estaduais de Saúde estão adotando estratégias de fazer com que homens se tornem inseridos na atenção básica, a título de prevenção para complicações que podem comprometer a qualidade de vida.

“O objetivo dessa política é fazer com que os homens se aproximem mais das Unidades Básicas de Saúde. São onde podem realizar o cuidado preventivo de sua saúde, pois eles tipicamente só procuram o serviço de saúde quando são acometidos por alguma doença. E nosso foco é a prevenção”, explica o coordenador estadual de Saúde do Homem, Carlos Sales Júnior.

Desde que foi criada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), em 2010, por recomendação do Ministério da Saúde a todos os Estados, a Coordenação Estadual de Saúde do Homem tem atuado com campanhas de prevenção com foco nos municípios, dentro do possível, sobretudo com palestras e capacitação de profissionais das unidades básicas de saúde.

“A adesão à campanha nacional ‘Novembro Azul’ é um resgate de um conjunto de esforços que acontece ao longo do ano, com enfoque na mudança do estilo de vida, contra o sedentarismo e a obesidade. Dieta balanceada, exercícios físicos e exames periódicos são formas de prevenção”, explicou, Carlos Sales Júnior.

Demanda – Além da preocupação com a prevenção, ao estimular o homem a procurar os centros de saúde, o Estado ampliou seu atendimento especializado no câncer de próstata. Além do Hospital Ophir Loyola, em Belém, o Pará já oferece tratamento nos hospitais regionais de Tucuruí e Santarém. O câncer na próstata é o segundo tipo que mais afeta os homens paraenses, depois do câncer de estômago, segundo dados do Ministério da Saúde, em 2015.

Ainda como parte da Política Nacional de Atenção à Saúde Integral do Homem, a Sespa implantou, em novembro do ano passado, a campanha “Pré-natal do Parceiro”, atendendo a um dos eixos da política nacional, que é a paternidade responsável. O programa tem o objetivo de fortalecer o vínculo do pai com o bebê e a mãe da criança, e também é uma oportunidade de trazer o homem para dentro do serviço. São feitas ações educativas que ensinam como proceder com a gestante durante a gravidez e o parto. Depois desse pré-natal, acontece o estímulo para que o pai continue frequentando a unidade de saúde, fazendo o check up anual e os exames periódicos.

Dados – A principal causa de internação masculina no Estado é por causas externas, devido a esfaqueamentos, traumatismo e envenenamento: só entre 2011 e 2014 foram 93.644 registros. Na sequência e no mesmo período, as internações masculinas foram oriundas de doenças infecciosas e parasitárias (70.837); doenças do aparelho digestivo (64.101); doenças do aparelho respiratório (59.139); doenças do aparelho circulatório (53.699); doenças do aparelho geniturinário (38.620); doenças da pele e do tecido subcutâneo (13.422); doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas (15. 314); doenças do sistema osteomuscular e tecido conjuntivo (10.142) e cânceres (9.277).

Em 2016, na faixa etária entre 20 e 59 anos, 79.661 homens foram internados no Pará, dos quais 24.169 por causas externas (acidentes de moto e outros tipos de acidentes), 11.929 por doenças do aparelho digestivo, 10.613 por doenças infecciosas e parasitárias e 6.615 por doenças do aparelho respiratório.

Serviço – A abertura da campanha acontecerá nesta quarta-feira (01.11), às 14h, no auditório de Práticas Jurídicas da Escola Superior Madre Celeste (Esmac), Avenida da Providência, 10, Cidade Nova 8, em Ananindeua, Pará.

Por Carla Fischer

Você pode gostar...