Seminário debate acesso e qualidade dos Centros de Especialidades Odontológicas

Foto: Ascom Sespa

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizou hoje (02), o Seminário do Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade dos Centros de Especialidades Odontológicas (PMAQ/CEO), no auditório da Escola de Governança do Pará (EGPA). O evento foi direcionado para os 78 gestores e coordenadores municipais de Saúde Bucal para orientação.

De acordo com a diretora de Políticas de Atenção Integral à Saúde da Sespa, Socorro Bandeira, o PMAQ/CEO é um programa do Ministério da Saúde e tem como objetivo induzir a ampliação do acesso e a melhoria de qualidade nos Centros de Especialidade Odontológica, com garantia de um padrão de qualidade comparada ao nacional. Permitindo maior transparência e efetividade das ações governamentais direcionadas a atenção especializada em saúde bucal.

FOTO: JOSÉ PANTOJA / ASCOM SESPA

“O Pará ficou acima da média nacional na avaliação externa do primeiro ciclo do Programa de Melhoria Acesso e Qualidade dos Centros de Especialidades Odontológicas. Esse é um indicativo das nossas ações para melhoria e acesso à saúde bucal da população”, contou Socorro Bandeira.

A professora da Universidade Federal do Maranhão e representante do Grupo Gestor da Avaliação Externa do PMAQ/CEO, Erika Tomaz, foi quem apresentou o resultado da avaliação dos 29 Centros de Especialidades Odontológicas do Pará. Também esteve presente no evento a coordenadora nacional de Saúde Bucal, Lívia Almeida.

Foto: Carla Fischer – Ascom/Sespa

“A partir do mês de julho, todos os municípios passarão por avaliações de onde serão tirados indicadores de avanços na área de saúde bucal. Dependendo do avanço de cada município, haverá um aumento dos recursos”, explicou Evaldo Bichara, coordenador estadual de Saúde Bucal da Sespa.

A Sespa também iniciou no mês de fevereiro desse ano a entrega de 500 kits de higiene bucal e um macro modelo de escovação para os 144 municípios. A ação será realizada a cada três meses com o objetivo de reforçar as ações da Política Nacional de Saúde Bucal e dar suporte à ampliação e qualidade do trabalho realizado pelas equipes de saúde bucal que atuam na Atenção Básica, principal acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Foto: Carla Fischer – Ascom/Sespa

“Na entrega dos kits, cada gestor municipal recebeu um termo de doação, no qual a Sespa informa que a cada três meses vai monitorar o Sistema de Informação, já que o município tem, como meta mínima, realizar 500 escovações dentais supervisionadas, para que possa ser beneficiado com a entrega de mais kits”, acrescentou Evaldo Bichara.

O evento foi realizado por meio da Coordenação Estadual de Saúde Bucal e da Diretoria de Políticas de Atenção Integral à Saúde (DASE/DPAIS) da Sespa.

 

Texto: Carla Fischer – Ascom/Sespa