Missão Gota levará vacinas a localidades de difícil acesso em Altamira - sespa
Influenza

Missão Gota levará vacinas a localidades de difícil acesso em Altamira

Começa, nesta quarta-feira (06), em Altamira, a Missão Gota, que tem o objeto de vacinar a população de nove localidades nas áreas rural e ribeirinha do município. A Missão é realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Aeronáutica, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e da Secretaria Municipal de Saúde de Altamira. A Missão se estende até o dia 15 de junho e tem coordenação da Sespa.

 

 

A coordenadora estadual de Imunização, Jaíra Ataíde, disse que a finalidade da Missão Gota é atualizar o esquema vacinal de crianças, adolescentes, adultos e idosos em áreas de difícil acesso. A estimativa é que sejam vacinadas cerca de 600 mil pessoas. “A Sespa está com dois técnicos atuando na coordenação dessa ação, que já aconteceu em anos anteriores é importante para ampliar a cobertura vacinal da população nessa área distantes da sede do município”, informou Jaíra.

“O município garante a logística local para o armazenamento e transporte das vacinas para o avião. Todos os dias a equipe vai para a localidade e retorna à sede de Altamira por causa do armazenamento das vacinas e para organizar as quantidades de doses a serem levadas no dia seguinte”, acrescentou a coordenadora estadual.

No dia 30 de maio, houve uma reunião de ajustes com a participação dos técnicos do Departamento de Epidemiologia da Sespa, do 10º Centro Regional de Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde e os oficiais da Aeronáutica, que utilizará um helicóptero de sete lugares.

A Missão Gota será iniciada pela localidade de Humaitá, na reserva extrativista (Resex) Xingu. As outras localidades a serem visitadas são Serra do Prado, São Francisco (Resex Iriri), Praia (Resex Riozinho do Anfrísio), Resex Morro do Anfrísio, Pousada do Gugu (Estação Ecológica terra do meio), Vila Cabocla e Vila Canopus (APA/Triunfo do Xingu), e Gabiroto (Resex Xingu).

Campanha – Importante lembrar que a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 15 de junho em todo o Estado. Devem ser vacinadas crianças entre seis meses e menores de cinco anos, idosos com mais de 60 anos de idade, mulheres grávidas em qualquer idade gestacional e puérperas (mulheres que tiveram bebês há até 45 dias), trabalhadores de saúde e professores das áreas pública e privada, indígenas aldeados, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas, detentos e funcionários do sistema penitenciário; além os indivíduos com doenças crônicas comprovadas com laudo médico.

Os dados da campanha são atualizados constantemente pelas Secretarias Municipais de Saúde, que alimentam o vacinômetro do Ministério da Saúde, acessível para a população por meio do link: http://sipni.datasus.gov.br/si-pni-web/faces/relatorio/consolidado/vacinometroInfluenza.jsf

Texto: Roberta Vilanova

Foto: José Pantoja