Missão Gota vacina comunidades em áreas de difícil acesso em Altamira - sespa

Missão Gota vacina comunidades em áreas de difícil acesso em Altamira

Encerra-se, nesta sexta-feira (15), em Altamira, a Missão Gota, que teve o objetivo geral de contribuir para o aumento da cobertura vacinal em localidades rurais e ribeirinhas de difícil acesso no município de Altamira, levando todos os tipos de vacinas para crianças, adultos e idosos.

A Missão começou no dia 7 de junho e é realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Aeronáutica, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), 10 Centro Regional de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde de Altamira.

O trabalho contou com a participação, de dois profissionais da Coordenação Estadual de Imunização, dois do 10º Centro Regional de Saúde , quatro da Secretaria Municipal de Saúde de Altamira e cinco tripulantes da Aeronáutica.

Segundo a enfermeira Regina Saldanha, que compõe a equipe da Coordenação Estadual de Imunização, e é coordenadora da Missão pela Sespa, até o dia 12 de junho, tinham sido aplicadas 652 doses de vacina. “A Missão serve tanto para atualizar a carteira de vacinação de quem estava com as doses atrasadas, quanto para vacinar quem ainda não tinha tido acesso a nenhuma vacina, protegendo a população contra as doenças imunopreveníveis”, disse Regina.  “Sempre vamos encontrar pessoas precisando tomar vacina como, por exemplo, a que protege contra o tétano e difteria, que é muito importante para quem trabalha na roça e estão expostas a acidentes; assim como a vacina contra febre amarela, por estarem próximas da mata. Por isso, todas as vezes que nós selecionamos um local para ser beneficiado com a Missão Gota, o principal critério é que seja, realmente, de difícil acesso” enfatizou a enfermeira.

Ela informou que a primeira comunidade visitada foi São Francisco, no dia 7 de junho. “As pessoas da comunidade foram muito receptivas, aceitaram muito bem a ação e ficaram felizes com a chegada da gente e com a novidade, que é um helicóptero pousando na localidade”, relatou Regina.

As outras localidades visitadas foram Serra do Prado, Praia (Resex Riozinho do Anfrísio), Resex Morro do Anfrísio, Pousada do Gugu (Estação Ecológica terra do meio), Vila Cabocla e Vila Canopus (APA/Triunfo do Xingu), e Gabiroto (Resex Xingu).

Regina – que já havia participado da Missão Gota em 2013, 2014 e 2017 no município de Chaves – faz um balanço positivo da Missão Gota, pois apesar de ter havido alteração na data de início do trabalho em função de reparos necessários no helicóptero, levando à mobilização seguida de desmobilização das comunidades, a população compreendeu e atendeu aos novos chamados feitos pela Secretaria Municipal de Saúde de Altamira, sob responsabilidade do enfermeiro Ney Carvalho da Silva, coordenador municipal da Missão Gota.

Campanha – Importante lembrar que a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 22 de junho em todo o Estado. Devem ser vacinadas crianças entre seis meses e menores de cinco anos, idosos com mais de 60 anos de idade, mulheres grávidas em qualquer idade gestacional e puérperas (mulheres que tiveram bebês há até 45 dias), trabalhadores de saúde e professores das áreas pública e privada, indígenas aldeados, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas, detentos e funcionários do sistema penitenciário; além os indivíduos com doenças crônicas comprovadas com laudo médico.

Os dados da campanha são atualizados constantemente pelas Secretarias Municipais de Saúde, que alimentam o vacinômetro do Ministério da Saúde, acessível para a população por meio do link: http://sipni.datasus.gov.br/si-pni-web/faces/relatorio/consolidado/vacinometroInfluenza.jsf

Texto: Roberta Vilanova