Encontro da Sespa definirá ações para os próximos quatro anos

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizará, de 8 a 12 de abril, no auditório do Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, o Encontro de Planejamento Integrado e Agenda Técnica da Vigilância em Saúde da Sespa.

Destinado aos diretores, técnicos e assessores da Sespa, o objetivo é promover a integração e fortalecer o processo organizativo e operacional da gestão do SUS no estado do Pará.

A conferência de abertura será proferida pelo secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, com o tema “Desafios do Estado para a Organização, Gestão e Financiamento do SUS”.

De acordo com o Núcleo de Informação em Saúde e Planejamento (Nisplan), durante a programação de cinco dias, será elaborado o Planejamento Estratégico Situacional (PES) 2020/2023, com a contribuição de todos os setores da Sespa, envolvendo desde o Gabinete até os Centros Regionais de Saúde.

Segundo o diretor de Vigilância em Saúde da Sespa, Amiraldo Pinheiro, “o encontro possibilitará a organização das ações de Vigilância em Saúde em todos os seus programas, permitindo uma maior integração com as áreas de Atenção Primária e de Média e Alta complexidade. Assim como permitirá um monitoramento e avaliação de indicadores de forma mais sistematizada e consistente. A partir de tudo isso, espera-se, efetivamente, que possamos programar as ações conforme os perfis de risco de cada região”.

Programação – No primeiro momento, serão apresentados os indicadores de Saúde das Macrorregiões, pelo diretor de Vigilância em Saúde da Sespa, Amiraldo Pinheiro; a Metodologia e Plataforma de Trabalho do PES 2020/2023, pelo diretor do Nisplan, Luiz Otávio Costa; e a Análise Situacional, por todas as Diretorias da Sespa.

A partir da análise da situação de saúde, serão, então, identificadas as necessidades e definidas as prioridades para o desenvolvimento de todo o trabalho da nova gestão da Sespa no Pará nos próximos quatro anos.

Texto: Roberta Vilanova

 

Você pode gostar...