Hospitais municipais recebem atenção da Sespa durante a Caravana Por Todo o Pará

Governador Helder Barbalho, entre secretários de Estado e deputados estaduais, durante visita a Novo Progresso.  Foto: Alex Ribeiro (Agência Pará)

O município de Novo Progresso, no sudoeste paraense, distante 1.639 quilômetros de Belém, foi o segundo a receber a “Caravana Por Todo o Pará”, iniciativa do governo do Estado para promover a integração entre as diferentes regiões e fortalecer a presença do aparato estadual em todo o Pará. Nesta primeira edição, o projeto alcança os municípios das regiões do Xingu e Tapajós.

Em visita realizada na terça-feira, 09, ao município, o governador Helder Barbalho anunciou que o Hospital Municipal terá R$ 232 mil reais repassados pelo governo estadual para a conclusão de obras de reforma. “O que estava faltando para acelerar essa obra era retirar a burocracia. E nós tiramos, pois ela atrapalhava o andamento das obras. Resolvemos a burocracia e a tiramos da frente. Agora é avançar e entregar o hospital para a população de Novo Progresso, e assim oferecer saúde de qualidade para esta gente”, destacou o governador.

Executadas pela prefeitura de Novo Progresso por meio de um convênio estabelecido com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) em setembro de 2017, as obras de reforma estão 50% concluídas e incluem, entre outras providências, troca de piso e revestimento, adaptação na cobertura e reajustes internos.

Com 36 leitos, atualmente o hospital atende demanda espontânea e referenciada dos moradores de Novo Progresso, assim como pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde do município e dos distritos Castelo de Sonhos, de Altamira, e Moraes Almeida, Cripurizinho e Cripurizão, de Itaituba. Os serviços de média complexidade oferecidos compreendem atendimentos e internação em Clínica Médica, Cirurgia Geral, Obstetrícia Clínica e Cirúrgica, Pediatria Clínica e Cirúrgica, HIV/Aids e Unidade de Isolamento.

Casos mais complexos de Novo Progresso são referenciados para o Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém. Mas esse cenário deve mudar quando o Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba, for inaugurado, já que absorverá a demanda por atendimentos em alta complexidade dos moradores de municípios próximos, como Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga, Aveiro e Rurópolis.

Secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, visita as obras do Hospital Regional de Itaituba. Foto: Marco Santos (Agência Pará)

O secretário Alberto Beltrame esteve visitando as obras do hospital em Itaituba, na segunda-feira, 08, e notou o avanço no trabalho quando comparou com a primeira vistoria feita por ele em março deste ano. “Estamos nos encaminhando para sua conclusão e consigo estimar, assim como o pessoal da própria empresa, que em aproximadamente 120 dias o hospital será entregue. Nesse período equiparemos o hospital e esperamos colocar em funcionamento antes do final do ano”, disse o secretário.

Alberto Beltrame esteve também em Rurópolis, nesta quarta-feira, 10, quando visitou o Hospital e Maternidade Municipal, composto hoje por 32 leitos. Segundo o secretário, a Sespa assumiu o compromisso de auxiliar a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Neonatal, com uma incubadora de transporte, um respirador e um monitor. “Para a parte geral do hospital, pedi um projeto para submeter à apreciação do governador para reforma, adequação e qualificação do espaço, com valor estimado em 600 mil reais”, informou o secretário.

Secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, durante visita feita na Maternidade Municipal de Rurópolis.

Na visita a Rurópolis, o titular da Sespa parabenizou o município pelo prêmio “Atenção Primária Forte: Caminho para a Saúde Universal”, concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) como parte da 16ª Mostra “Brasil, aqui tem SUS”, realizada em 05 de julho no âmbito do 35º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, em Brasília (DF). O trabalho “Desbravadores do SUS: redescobrindo cidadãos, promovendo o direito à saúde”, que apresentou a experiência do município de Rurópolis, no Pará, levou o primeiro lugar.

(Com informações de William Serique, da Agência Pará de Notícias).

 

Você pode gostar...