Reunião debate a formação de profissionais da área da saúde

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) realizou nesta segunda-feira (02), uma rodada de conversa, no auditório da Reitoria, com representantes de instituições, fundações e hospitais que compõem o quadro de órgãos de gestão e serviços de saúde pública do Estado do Pará. O objetivo foi a busca por alternativas para convergência de interesses em torno da saúde pública e da formação e profissionais da área da saúde.

Encontro entre representantes da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e representantes da área da saúde do Estado, na manhã desta segunda-feira (02), no auditório da reitoria da Uepa.
FOTO: NAILANA THIELY

A reunião contou com a participação do presidente da Fundação Santa Casa de Misericórdia (FSCM), Bruno Mendes; secretário de Estado de Saúde Pública do Pará, Alberto Beltrame; diretor clínico do Hospital Ophir Loyola (HOL), Joel Monteiro de Jesus; e da presidente da Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Viana (FHCGV), Alessandra Leal. Pela Uepa, participaram o reitor, Rubens Cardoso; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Vera Palácios; a coordenadora da Comissão de Residência Médica (Coreme), Regina Carneiro; o pró-reitor de Gestão e Planejamento, Carlos Capela e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Renato Teixeira. “A ideia é encontrar um caminho de convergência de interesses e objetivos entre a Uepa, a SESPA e os hospitais públicos, referente a qualidade da prestação de serviço na área da saúde, pensando nas possibilidades e problemas que precisam ser sanados no cenário da formação dos graduandos ou residentes, unidos as bolsas de preceptorias que serão desenvolvidas para a operacionalização dessa perspectiva de articulação de integração entre as instituições”, afirmou o reitor da Uepa, Rubens Cardoso.

Um dos pontos destacados foi a questão dos hospitais de ensino e as possíveis alternativas a serem implementadas no processo de formação de profissionais da área da saúde, a exemplo das bolsas de preceptorias que a Uepa fará a gestão do programa para a lotação nos hospitais e fundações de saúde parceiras. “A interlocução entre a SESPA e a Uepa busca a união em prol da qualificação da formação profissional e da atenção a saúde, portanto a partir da medida que pudermos atuar de forma integrada entre os hospitais, sejam administrados ou não pela SESPA, faremos um movimento em direção da melhoria do atendimento a saúde da comunidade paraense, além de, também, contribuir para uma melhor formação dos graduandos e pós-graduandos na área da saúde por meio das bolsas de preceptorias”, comentou o secretário de Estado de Saúde do Pará, Alberto Beltrame.

“Essa discussão levanta uma série de condições e questões para chegarmos em um denominador comum que irá ajudar a comunidade como um todo, seja referente aos graduandos, em função da melhoria de possibilidades de formação nos hospitais de ensino, assim como, também, ao cidadão que precisa do atendimento público de saúde no Estado”, ponderou o presidente da Fundação Santa Casa de Misericórdia (FSCM), Bruno Mendes.

Outros pontos abordados foram relacionados à qualidade e às demandas dos atendimentos em função do estímulo em aspectos importantes do processo de ensino-aprendizagem, articulando a correlação teoria e prática; a avaliação processual; o ensino e a pesquisa no trabalho; a inserção político-social da aprendizagem; a interdisciplinaridade; o trabalho em equipe e a interinstitucionalidade na integração ensino e serviço.

Encontro entre representantes da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e representantes da área da saúde do Estado, na manhã desta segunda-feira (02), no auditório da reitoria da Uepa.
FOTO: NAILANA THIELY

“O trabalho debatido aqui nesta reunião é de grande valia, pois nossos alunos usam os hospitais como campo de estágio, então a possibilidade de ter uma política de Estado de ensino é muito interessante, porque todos ganham nesses processos – as instituições e a comunidade paraense -, afinal estamos todos no mesmo bojo e com o mesmo objetivo, portanto, trazendo melhorias para as atuações de saúde no Estado do Pará como um todo”, disse a coordenadora da Comissão de Residência Médica da Uepa (Coreme), Regina Carneiro.

 

Texto: Daniel Leite Jr (Ascom UEPA)
Fotos: Nailana Thiely (Ascom UEPA)

Você pode gostar...