Hospital de Campanha montado em Santarém vai ser entregue no sábado

A montagem do Hospital de Campanha em Santarém, no oeste do Pará, está na reta final de conclusão, no Espaço Pérola do Tapajós. O Hospital – um dos quatro viabilizados pelo Governo do Pará – vai dispor de 120 leitos, distribuídos em uma área de 3,6 mil metros quadrados. Com as quatro unidades, serão mais 720 leitos para atender casos leves e moderados de Covid-19 em Belém, Santarém, Breves e Marabá, além de pacientes oriundos de outros municípios.

Em Santarém, a montagem foi iniciada no último dia 8, e a previsão de entrega de estrutura é no próximo sábado (18). De acordo com o secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto, a Organização Social (OS) Instituto Pan-Americano de Gestão já começou a preparação dos equipamentos hospitalares.

“As expectativas da população para este hospital são muito grandes, porque ele irá atender as regiões oeste do Pará, Baixo Amazonas, Xingu e Tapajós. São 120 leitos que estão preparados para atender as pessoas que estiverem infectadas com o Coronavírus. O processo de contratação da equipe está sendo concluído e, em seguida, o Hospital inicia o funcionamento”, disse Henderson Pinto, secretário Regional de Governo do Oeste do Pará.

Segundo ele, materiais estão sendo transportados para a capital, como as amostras para exames de detecção da Covid-19 ao Laboratório Central do Pará (Lacen). “A determinação do governador Helder Barbalho ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, é para que o avião do Estado possa fazer dois voos semanais para dar suporte aos órgãos. São estratégias importantes que o Estado vem desenvolvendo, ajudando significativamente no combate ao Coronavírus aqui no oeste do Pará”, complementou Henderson Pinto.

Agentes de segurança também estão reforçando as recomendações de distanciamento social. “Nós reunimos com nossos órgãos de segurança para montar as estratégias de fiscalização, orientação e, obviamente, de orientação às pessoas que insistem em não cumprir os decretos. Várias ações estão sendo feitas, como a fiscalização às agências bancárias e casas lotéricas, que têm lotado”, frisou o secretário regional.

Acolhimento – Em Santarém, em parceria com o São Raimundo Esporte Clube, o do Governo do Pará está acolhendo pessoas em situação de rua para reduzir o risco de contágio, como vem ocorrendo em Belém, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão.

“Hoje, nós temos aproximadamente 40 pessoas abrigadas na sede do São Raimundo Esporte Clube, que cedeu o espaço ao Estado. Elas recebem cinco refeições diárias, atendimento em saúde, quando necessário, acompanhamento social, atividade de entretenimento, entre elas o esporte e o lazer, vídeos educativos, treinamentos e palestras”, detalhou Henderson Pinto. Os atendimentos envolvem mais de 60 profissionais das esferas estaduais e municipais.

* Texto original de Dayane Baia (Secom).

Você pode gostar...