Transporte aeromédico acelera atendimento a pacientes no oeste do Pará

O transporte aeromédico disponível no oeste do Pará, por determinação do governo do Estado, fez sua primeira condução de paciente para o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém. Com o agravamento do quadro respiratório, o paciente natural do município de Prainha tem 47 anos. A transferência foi solicitada quando ele se  encontrava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.Mobilização das equipes de saúde para transferir o paciente para o Hospital Regional do Baixo Amazonas (Foto: Divulgação)

O transporte foi feito via Central de Regulação do Estado, para a unidade de referência na região. Segundo informações do secretário de Saúde de Prainha, Paulo Ricardo, o paciente chegou a ser submetido ao teste rápido para novo Coronavírus, mas o resultado foi inconclusivo. Por esse motivo, foi coletado material biológico do paciente para exame no Laboratório Central do Pará (Lacen), em Belém.

O transporte foi feito pelo Helicóptero de Saúde da Base de Santarém, acionado pela Central de Regulação da Sespa. As equipes que realizaram o transporte usavam equipamentos de proteção individual (EPIs) para evitar a contaminação da tripulação e garantir mais segurança ao paciente.

Quadro atualizado hoje da Covid-19 em Prainha mostra que não há casos confirmados no municípioFoto: Divulgação

Celeridade – O transporte entre Prainha e Santarém é feito normalmente de barco, por isso o transporte aéreo acaba sendo mais rápido e eficiente, ressaltou o secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, Henderson Pinto. “Esse transporte aéreo é tão importante porque aqui na região, por conta das distâncias entre os municípios, se fôssemos usar outro meio de transporte teríamos um tempo muito longo para esse paciente chegar a Santarém. Essa aeronave está reduzindo o tempo de atendimento por conta da celeridade nesse processo, e salvar o máximo de vidas possível. Isso foi uma decisão do governador Helder Barbalho, de trazer esse transporte para a região, com base em Santarém”, informou o secretário regional.

O município de Prainha, até o último boletim emitido no início da tarde desta quinta-feira (23), não havia confirmado nem um caso de Covid-19. Porém, 59 pessoas estão sendo monitoradas, e dois casos estão em análise. Um deles é do paciente de 47 anos, que já está no Hospital Regional, em Santarém.

Texto: Romilda Santos/SRGBA

Você pode gostar...