Governo do Estado recebe respiradores e bombas de infusão comprados na China

Governador Helder Barbalho esteve no Aeroporto Internacional de Belém para receber os equipamentos vindos da China

O Governo do Estado recebeu no final da madrugada desta segunda-feira (4), 152 respiradores e 1.580 bombas de infusão que foram comprados da China em março deste ano com recursos do tesouro estadual. Os equipamentos vão permitir a instalação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais públicos do Estado para atender pacientes com Covid-19. Outros equipamentos como respiradores e bombas de infusão devem sair da China no dia 9 de maio rumo a Belém, totalizando a compra de 400 kits de UTI.

 

Os equipamentos vieram em um voo fretado pela empresa Vale

“Esses respiradores se somam a outros equipamentos como monitores e bombas de infusão, enfim, todos aqueles elementos necessários para montar as UTis específicas para pacientes em tratamento contra Covid-19. São equipamentos que vão ajudar a salvar muitas vidas no Estado”, disse o governador Helder Barbalho, que acompanhou a chegada dos equipamentos no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Belém. Os respiradores e bombas de infusão vieram em um voo fretado pela empresa Vale, parceira do governo do Estado nas ações de combate à Covid-19, que pousou às 4:55 da madrugada na capital paraense.

Dos 152 respiradores recebidos nesta segunda-feira, 80 serão destinados para o Hospital de Campanha de Belém e 30 para o Hospital Galileu, na Região Metropolitana de Belém. Dez respiradores vão para o Hospital de Campanha de Santarém; 10 para o Hospital de Campanha de Marabá; 5 para o Hospital de Campanha de Breves e 4 para o Hospital de Capanema. 556 bombas de infusão vão acompanhar os respiradores. Todos os equipamentos serão enviados ainda na manhã de hoje para esses municípios.

“Com esses equipamentos no interior do Estado vamos garantir o atendimento das demandas urgentes para salvar muitas vidas” – Helder Barbalho, governador do Pará.

O chefe do executivo estadual também adiantou a criação de outros hospitais de campanha no Estado para atender pacientes com a Covid-19. “Nós estamos concentrando esforços para a instalação de outras unidades hospitalares para reforçar as estruturas em saúde. Decidimos fazer mais um hospital de Campanha em Belém, além de um em Soure, para o Marajó Ocidental; hospital de campanha em Redenção para atender ao pólo Araguaia, em Altamira para o pólo Xingu, e Parauapebas, por meio de uma parceria com a prefeitura”, destacou Helder Barbalho. Além desses hospitais, o governador também ressaltou que já estão sendo instalados equipamentos no Hospital de Itaituba, no pólo Tapajós, e Castanhal, para região nordeste.

Parte dos equipamentos será enviada para o interior do estado

Leitos – Atualmente a rede de saúde pública do Pará conta com 254 leitos de Unidade de Terapia Intensiva exclusivas para pacientes com sintomas de Covid-19, além de 1.150 leitos clínicos. Com a chegada dos novos equipamentos, o número de UTIs alcançará 400.

No total, o Estado investiu R$ 100 milhões para a compra dos 400 kits de UTI contendo: 400 respiradores, 400 monitores multiparamétricos, 400 oxímetros de pulso e 1.600 bombas de infusão. Somente os 400 respiradores custaram R$ 50,4 milhões.

Texto: Bruno Magno

Fotos: Marco Santos

Você pode gostar...