Governo do Estado leva a Policlínica Itinerante à população de Melgaço

Para combater de forma preventiva o avanço da Covid-19 no interior do Pará, o Governo do Estado atua com a Policlínica Itinerante. Nesta terça-feira (9), o serviço chegou a cidade de Melgaço, localizada na região do Marajó. Uma equipe multidisciplinar enviada ao local avalia os pacientes desde a porta de entrada da Escola Estadual Tancredo Almeida Neves, espaço reservado para oferecer os serviços médicos da Poli Itinerante.

No espaço, uma equipe formada por 18 pessoas, entre médicos (7), técnicos de enfermagem (3), recepcionistas (4), enfermeiros (3) e farmacêutica (1) realizam consultas, avaliações médicas e dispensação de remédios (quando confirmada a necessidade), para o tratamento de sintomas leves e moderados da Covid-19. A estrutura levada tem capacidade para atender 300 pessoas diariamente.

O governador do Pará, Helder Barbalho, acompanhou in loco as atividades da Policlínica no município e ressaltou a importância da atuação precoce, a fim de evitar que os sintomas da doença avancem nos cidadãos.

“Nós temos olhado a estratégia do combate ao coronavírus com o fortalecimento dos leitos hospitalares, sejam eles leitos clínicos, sejam de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e, aqui nessa região, nós implementamos, há mais de dois meses, o hospital de campanha em Breves, instituímos leitos de UTI exclusivos, mas é fundamental que nós possamos tratar as pessoas no momento certo, evitar que a doença aprofunde. Fazer o diagnóstico ainda quando os sintomas são leves e moderados, podemos instituir protocolos de atendimento que permitam com que as pessoas possam não avancem na doença. Com isso nós temos conseguido reduzir as demandas da rede hospitalar”, Helder Barbalho.

A estratégia já vem dando certo como apontam os números de ocupação dos leitos no Estado.

“Nesse momento nós estamos com menos de 50% ocupação de leitos clínicos e já estamos há mais de uma semana com menos de 80% de ocupação dos leitos de UTI. Isto é claramente a demonstração de que há uma redução na nossa curva epidemiológica e, acima de tudo, é um sucesso do trabalho no tratamento precoce. É isso que nós estamos fazendo por todo o estado do Pará. Fizemos isto na Região Metropolitana e estamos por todas as regiões. Nós estamos cuidando dos hospitais e das pessoas”, ressaltou o governador.

Manoel da Costa, que mora em uma comunidade ribeirinha distante há três horas de Melgaço, chegou na cidade em busca de atendimento e aprovou o serviço. “Demorou três horas de viagem de barco para chegar aqui nessa cidade. Achei muito legal esse atendimento médico. Pessoas muito atenciosas me receberam aqui hoje. Eu estive com febre a três semanas atrás e sinto muita fraqueza. Ele me passou remédio, vou tomar para melhorar. Essa ação é muito boa, você é bem atendido e já saí com medicamento”, comemorou.

Eliezer Neto é médico e gestor da ação itinerante. Ele explicou que o serviço oferecido aos moradores têm tido boa receptividade e alcançado bons resultados. Além do cuidado médico, é oferecida a escuta, a orientação e a atenção necessária para as dificuldades encontradas, do corpo e da mente, durante esse período de pandemia.

“Aqui em Melgaço estamos oferecendo atendimento médico e ambulatorial para pacientes de baixa e média complexidade. O paciente chega aqui, passa por uma triagem de enfermagem, por uma classificação de risco, é feito seu cadastro e aguarda para ser consultado. Daqui o paciente já sai com medicação a critério médico. Temos disponível Azitromicina, Amoxilina e a Hidroxicloroquina. Nosso atendimento é bastante educado, tem realmente uma palavra de carinho, de mais afeto, e é por isso que a gente preza. O atendimento da Policlínica Itinerante não é só consulta e remédio, ele é um ouvir, um falar e o saber escutar. Os nossos médicos, enfermeiros e todos os outros funcionários têm a mesma percepção a cerca disso, o que torna o atendimento de alta qualidade”, informou o gestor.

Balanço – Desde que o projeto começou, 14 municípios já foram contemplados e mais de 17 mil pessoas receberam atendimento médico.

Confira o calendário da Policlínica Itinerante Marajó:

Atendimentos no navio itinerante: 

Ponta de Pedras: 9 e 10/06
Local: Trapiche de Ponta de Pedras

Muaná: 11 e 12/06
Local: Trapiche de Muaná

São Sebastião da Boa Vista: 13 e 14/06 
Local: Trapiche de São Sebastião da Boa Vista

Cachoeira do Arari: 15 e 16/06
Local: Trapiche de Cachoeira do Arari

Soure e Salvaterra: 16 e 17/06
Local: Trapiche de Soure

Atendimento terrestre:

Curralinho: 10/06
Local: Escola Municipal Francisco Chagas, bairro Centro

Oeiras do Pará: 11/06
Local: Escola Municipal Raimundo Arcanjo, bairro Marapirá

Texto: Aline Saavedra/Segup

Fotos: Alex Ribeiro/Ag.Pará

Você pode gostar...