Serviço de Verificação de Óbito registra queda de 82% no número de remoções em domicílio

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio do Serviço de Verificação de Óbito (SVO), registrou queda acima de 80% na quantidade de remoção de vítimas em domicílio suspeitas de terem contraído a Covid-19 na Região Metropolitana de Belém. O número de casos confirmados da doença também continua reduzindo.

Os períodos analisados foram entre os dias 25 e 31 de maio, quando o total de óbitos com necessidade de remoção foi de 35, sendo 11 deles suspeitos de terem sido ocasionados pelo novo coronavírus. Já entre os dias 01 e 07 de junho, o número de ocorrências foi 29, sendo apenas duas mortes por suspeita da Covid-19.

A primeira verificação dessa diminuição foi realizada na segunda quinzena de maio, com média de nove remoções de óbitos em domicílio por dia, número próximo ao registrado em fevereiro, quando o Pará ainda não vivia a pandemia.

Os números também refletem nos serviços do Centro de Pericias Científicas Renato Chaves, que já chegou a receber 20 corpos por dia. Hoje, os números são menores, com média de dois óbitos diários. Essa queda permitiu a desativação de dois dos três contêineres frigoríficos alugados para armazenar corpos vítimas de causas naturais e doenças, nas quais se incluem as provocadas pelo novo coronavírus.

“Isso reforça a questão de que os óbitos veem reduzindo realmente. Se nós compararmos a última semana de maio com a primeira semana de junho, houve uma redução em número absoluto do total de óbitos, de seis óbitos, e de suspeitos de Covid-19 houve uma redução em oito casos , reduziu de onze casos suspeitos para dois”, avalia Ana Lúcia da Silva Ferreira, diretora do departamento de epidemiologia que, para dar agilidade no processo de remoção e conforto às famílias, ampliou a estrutura do serviço.

Texto: Raiana Coelho/Sedeme

Foto: Bruno Ceim/Ag. Pará

Você pode gostar...