Atendidos pela Poli Itinerante recebem kits de higiene bucal para prevenção contra a Covid-19

Medida reforça o objetivo do projeto, que é a prevenção, evitando o agravamento e a necessidade de internação

Os pacientes atendidos pela Policlínica Itinerante agora passam também a receber kits de higiene bucal. A expectativa é de mil entregas de conjuntos de escova, creme dental e fio dental em cada dia de atividade da estrutura móvel nas mais diversas localidades paraenses. Desde 14 de maio, as ações da Poli já percorreram 25 municípios do interior do Estado e garantiram o atendimento de 26 mil pessoas com sintomas iniciais do novo coronavírus.

De acordo com a coordenadora da Poli Itinerante, Alessandra Amaral, a medida acaba sendo um reforço ao objetivo do projeto, que é a prevenção, além do tratamento precoce da doença, no intento de evitar um agravamento e a necessidade de internação.

“Já realizávamos a entrega de máscaras, e ensinávamos como lavar corretamente as mãos, além do uso do álcool em gel. Agora também vamos orientar sobre a correta escovação dos dentes, higienização da língua e uso do fio dental, porque sabemos que além das vias aéreas, a transmissão da Covid-19 também se dá pela mucosa oral, pela boca, quando a mão, contaminada, vai até a boca. Estudos já comprovam que a limpeza correta dos dentes já evita essa propagação do vírus pelo corpo”, justifica Alessandra.

Pacientes também recebem orientação sobre a higienização correta dos dentes e língua

Higiene – As novas orientações incluem informações sobre a higienização do dorso da língua (com higienizador específico ou mesmo escova de cerdas macias), iniciando a ação de limpeza a partir da parte mais posterior do órgão muscular para a ponta da língua; uso correto e rotineiro do fio dental (antes da escovação com creme dental); e finalmente a escovação, com escova de cerdas macias ou extra macias.

O uso de enxaguantes/antissépticos bucais adequados, inclusive com gargarejo se a garganta estiver doendo (sinal de inflamação/infecção) podem também auxiliar na inativação do vírus.

“Enquanto a cura ou uma vacina são apenas projetos ainda intangíveis, a prevenção é a arma mais eficaz para evitar o pior cenário” – Alessandra Amaral, coordenadora da Poli Itinerante.

Ações da Poli Itinerante já passaram por 25 municípios e garantiram o atendimento de 26 mil pessoas

Cidades – O trabalho desenvolvido pela Policlínica Metropolitana, em Belém, se tornou referência no tratamento contra a Covid-19 e chegou até cidades distantes dos centros urbanos em uma versão itinerante para cuidar de pessoas com sintomas da doença.

A modalidade móvel realiza triagem de enfermagem, consultas, exames e entrega dos medicamentos necessários à população quando são indicados e prescritos pelos médicos. A estrutura que viaja o Pará conta com cinco consultórios, sendo quatro montados sobre uma carreta e o quinto em uma van.

A equipe de linha de frente é formada por 40 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Texto: Carol Menezes/Secom

Fotos: Alex Ribeiro/Ag. Pará

Você pode gostar...