Policlínica Itinerante encerra atendimento em São Miguel do Guamá

No primeiro dia de atendimento, nesta quinta-feira (25) o espaço recebeu cerca de 110 pacientes. Nesta sexta, o número deve dobrar

A ação da Policlínica Itinerante, na cidade de São Miguel do Guamá, na região nordeste do Pará, segue até esta sexta-feira (26), atendendo pessoas com sintomas leves e moderados da Covid-19. No primeiro dia de atendimento, o espaço recebeu cerca de 110 pacientes.

Os serviços serão ofertados até às 17h30 desta sexta-feira, na Escola Municipal Padre Leandro Pinheiro, no bairro São Miguel e a expectativa é de que o número de pacientes duplique.

Após São Miguel, a equipe de profissionais da Poli Itinerante segue para a cidade de Santa Maria do Pará, na mesma região nordeste paraense, onde permanece deste sábado (27) até segunda-feira (29).

A equipe médica tem conseguido dar o suporte clínico e as orientações necessárias para a melhor recuperação dos pacientes

Médica gestora da equipe da Poli Itinerante, Camylla Rocha destaca que “além do atendimento precoce, também recebemos pacientes na fase final da doença, ou seja, com vinte dias depois dos primeiros sintomas e conseguimos dar este suporte final e orientações para uma melhor recuperação. É neste período que aparecem dores no peito e falta de ar, além de cansaço, então conseguimos garantir medicações específicas para esta fase aos nossos pacientes”.

São Miguel do Guamá tem notificados 894 casos do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, nenhum óbito foi registrado, de acordo com o prefeito Antônio Leocádio dos Santos.

“A ação trouxe mais saúde a nossa população. Sabemos a dificuldade que é levar atendimento ao interior. Então, por meio da Policlínica, é possível identificar os casos logo no início dos sintomas, aumentando as chances de recuperação”, reconheceu o prefeito.

Segundo a prefeitura de São Miguel, a cidade tem 710 pacientes recuperados e nas últimas 24 horas, nenhum óbito foi registrado

A cidade também já registrou 710 pacientes recuperados e pouco mais de 20 óbitos nas últimas semanas. “No momento estamos sentindo a necessidade de um atendimento como este, com eficácia e clareza. A gente se sente mais seguro só por conseguir ser atendido”, afirmou o aposentado Miguel do Nascimento.

ATENDIMENTO ÀS COMUNIDADES

A agricultora e moradora de São Domingos do Capim, município na região nordeste estadual, Jocirene dos Passos decidiu ir à Policlina, em São Miguel do Guamá, após sentir fortes dores de cabeça e irritação nos olhos. Ela passou pela triagem e após recebeu atendimento clínico e medicamentos, por prescrição médica, para o tratamento.

“Eu vim quando soube que a Poli Itinerante estava fazendo esse atendimento. É mais uma opção para os moradores das cidades e municípios vizinhos, ainda mais nesse período da pandemia”, avaliou Jocirene Passos.

SERVIÇO – Neste Sábado (27), a Policlinica vai realizar atendimento em Curuá, no oeste do Pará, e, de forma simultânea, o projeto também estará nas cidades de Santa Maria do Pará e Redenção, regiões do nordeste e sudeste paraense, respectivamente, onde permanecerá até a segunda-feira (29).

Texto: Bárbara Brilhante/PGR

Fotos: Jader Paes/Ag. Pará

Você pode gostar...