Ação de saúde fecha o primeiro semestre com mais de 78 mil atendimentos pelo TerPaz

As ações ocorrem aos finais de semana, nos birros de Bengui, Cabanagem, Guamá, Jurunas, Terra Firme, Icuí-Guajará e Marituba

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), de janeiro a junho deste ano, já foram realizados mais de 78 mil atendimentos no projeto TerSaúde, que é executado pela Sespa dentro do programa Territórios Pela Paz (TerPaz). As ações ocorrem aos finais de semana, nos sete territórios beneficiados pelo programa: Bengui, Cabanagem, Guamá, Jurunas, Terra Firme, Icuí-Guajará e Marituba.

A dona de casa Júlia Moraes foi uma das beneficiadas. Ela já participou das ações de saúde para se consultar. “Eu fui fazer um check-up, sai de lá com todos os encaminhamentos possíveis, consegui fazer tomografia do crânio e exame de sangue, foi tudo bem rápido. Quando o resultado ficou pronto, eu retornei para os médicos avaliarem. Essa ação é maravilhosa, está sendo muito bom esse atendimento”, contou.

A ação disponibiliza testes rápidos para Covid-19 e ISTs, sífilis, hepatites B e C

Nas atividades são oferecidas triagens com técnicos de enfermagem, enfermeiros, atendimentos médicos, clínico geral, pediatra, ginecologista, encaminhamento para consultas especializadas, realização de testes rápidos para Covid-19 e ISTs, sífilis, hepatites B e C. Há também vacinação contra o vírus H1N1, tríplice viral e imunização contra o HPV. Além disso, são feitas palestras educativas e preventivas contra o coronavírus, saúde bucal e entrega de kits de higiene bucal.

“Durante as ações do TerSaúde são realizados diversos procedimentos, sendo que a pessoa tem a opção de fazer vários atendimentos na mesma ação, é uma gama de serviços que o Estado oferece à população. Tivemos uma grande procura nesse semestre e é pensando nisso que, nos próximos meses, queremos implantar mais serviços para os territórios”, disse a Alessandra Amaral, coordenadora da Sespa no TerPaz.

Nos meses de março e abril deste ano, o atendimento nos bairros do TerPaz ficou voltado exclusivamente para casos leves e moderados da Covid-19

Combate à pandemia – Com a mudança no bandeiramento no dia 3 de março, que passou para o vermelho, as ações do Ter Saúde se adaptaram para atender a necessidade da população, a estratégia que foi pensada também observando o aumento da demanda nas Policlínicas Itinerantes, como nas unidades do Hangar; Núcleo de Esporte e Lazer; e Mangueirinho. Foi nesse intuito, que nos meses de março e abril deste ano, o atendimento nos bairros do TerPaz ficou voltado exclusivamente para casos leves e moderados da Covid-19. Ainda segundo dados da Sespa, no total foram realizados mais de 21 mil atendimentos.

O titular da Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), Ricardo Balestreri, ressaltou a importância desse serviço à população atendida pelo TerPaz. “O trabalho que a Secretaria de Saúde do Estado vem desempenhando é fundamental para dar continuidade à política pública dos Territórios pela Paz. Atenção, acolhimento e serviços são oferecidos às comunidades que outrora se encontravam desamparadas pelo poder público. Hoje conseguimos chegar até esses moradores, levando atendimento médico de qualidade, exames, encaminhamentos”, disse.

Segundo Balestreri, o diferencial para o resultado positivo dessa ação é fruto da dedicação dos servidores que participam do projeto. “Ressalto o trabalho e o esforço de todos os servidores que deixam suas casas para atender quem mais precisa, muitas vezes aos finais de semana, principalmente neste período difícil da Covid-19, para garantir saúde e cidadania a esses moradores”, disse o secretário estratégico de articulação da cidadania.

Nas ações do TerSaúde, também são realizados cadastros de pessoas com deficiência para receberem cadeiras de rodas

Cadastro de pessoas com deficiência – Nas ações do TerSaúde, também são realizados cadastros de pessoas com deficiência, aos moradores dos bairros atendidos pelo TerPaz, para receberem cadeiras de rodas e emitirem documentos. Cadastramento que foi iniciado o mês de maio, e até agora já foram entregues 337 cadeiras de rodas.

“Também oferecemos a emissão do Passe Livre para pessoas com deficiência, que podem usar em viagens intermunicipais, além de um cadastro para a aquisição de cadeiras de rodas, basta levar um laudo médico, o cartão SUS, comprovante de residência e documento de identificação para ambos os serviços”, contou a coordenadora da Sespa no TerPaz, Alessandra Amaral.

 

 

Texto: Elizabeth Teixeira/Seac

Fotos: Alex Ribeiro/Ag. Pará

Você pode gostar...