Barco Papa Francisco atenderá demandas por cirurgias eletivas na região oeste

Uma parceria entre o Governo do Pará e a Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus permitirá que as equipes de profissionais de saúde do Barco Hospital Papa Francisco, acoplado à unidade Papa João Paulo II, realizem cirurgias eletivas de baixa e média complexidades em municípios das regiões de Saúde do Baixo Amazonas e Tapajós, no oeste do estado. A medida quer atender a demanda reprimida, com ações começando neste domingo (6), por Alenquer, e seguindo até o final deste ano por mais 13 municípios.

Os detalhes da programação da embarcação pela região oeste do Pará já foram definidos entre representantes da Secretaria Regional de Governo do Oeste do Pará, do 9º Centro Regional de Saúde da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e do barco Papa Francisco.

Segundo a diretora do 9º CRS, Aline Liberal, os pacientes serão os cadastrados da fila emitida pela Secretaria de Saúde de cada município, na faixa etária de 7 a 45 anos, sem comorbidades. Em cada município, o barco vai assegurar cinco dias atendimentos.

“A previsão é de realizar de 35 a 40 procedimentos por ação. Será algo muito bom para a região, considerando que a pandemia fez com que a aumentasse a demanda reprimida das cirurgias eletivas”, disse Aline Liberal.

As cirurgias a serem realizadas são Herniorrafia (incisional, umbilical, inguinal, bilateral); Hérnioplastia; Laqueadura, em casos específicos; Vasectomia; Colecistectomia; Postectomia; Cistolitotomia; Varicocele; Apendicectomia, em casos de urgência; Exérese de lipoma; Exérese de cisto cebácio; Exérese de bazo celular; Exérese de corpo estranho; Exérese de nevus, em casos específicos e Exérese de cisto sinovial.

De acordo com Frei Joel, coordenador do flutuante, o trabalho integrado pela saúde da população fará mais uma vez a diferença, tal como ocorreu com o atendimento itinerante de prevenção à Covid-19. “Em parceria com o Governo do Estado, Sespa e Secretarias de Saúde de cada município da região, vamos diminuir a demanda por cirurgias eletivas. As pessoas atendidas serão reguladas pela Secretaria de Saúde local, que nos dará também o apoio no atendimento ao pós-cirúrgico dos pacientes”, explicou.

Segundo Rômulo Rodovalho, secretário de Saúde Pública do Pará (Sespa), o Barco Hospital é um importante instrumento contratado para dar suporte de atendimento, levando saúde a toda a população, seja ribeirinha, de distritos ou do próprio município que está prevista a atracação.

A programação pelos municípios começará entre os dias 06 e 11 de junho, em Alenquer. Na sequência cumprirá agenda de atendimento em Faro, Curuá, Terra Santa, Aveiro, Belterra, Óbidos, Prainha, Monte Alegre, Almeirim e em mais três municípios a serem definidos.

Texto: Mozart Lira/Sespa

Você pode gostar...