Breves é o décimo município do Marajó a receber projeto ‘Saúde Por Todo o Pará’

Breves é o décimo município do Marajó a receber projeto ‘Saúde Por Todo o Pará’

23 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Saúde por Todo o Pará já realizou quase 11 mil atendimentos no Marajó

Um estado com as dimensões territoriais do Pará precisa de atenção em todas as regiões. Desde o último dia 17, o Governo do Pará, por meio do projeto ‘Saúde Por Todo o Pará’, tem percorrido os municípios do arquipélago do Marajó para promover o ‘Pacto pela Redução da Mortalidade Materna’, oferecendo serviços diferenciados de saúde à população, em ações itinerantes. Nesta segunda-feira, 23, a ação ocorreu em Breves, considerada a capital do Marajó.

O ‘Saúde Por Todo o Pará’ já passou por Ponta de Pedras, Muaná, Soure, Salvaterra, São Sebastião da Boa Vista, Curralinho, Bagre, Cachoeira do Arari e Santa Cruz do Arari. Já são quase 11 mil atendimentos realizados. A primeira-dama do Pará, Daniela Barbalho, visitou o local da ação itinerante em Breves, a Escola Estadual de Ensino Médio Gerson Peres.

A primeira-dama do Pará, Daniela Barbalho, visitou o local da ação itinerante em Breves, a Escola Estadual de Ensino Médio Gerson Peres

“São profissionais que estão ofertando diversos serviços como consultas, exames, testes de sífilis e hepatite-b, além da entrega de equipamentos (cadeiras de rodas) para Pessoas com Deficiência (PcDs). A partir da oferta desses serviços estamos aproximando o Estado da nossa gente”, afirmou a primeira-dama.

Nesta terça-feira, 24, os serviços de saúde serão disponibilizados no município de Melgaço. Ainda vão receber ação os municípios Portel, Anajás, Chaves, Afuá e Gurupá.
saúde

Na triagem, usuários têm pressão e temperatura aferidas

No total são 100 profissionais envolvidos na ação itinerante, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, nutricionistas, psicólogos, pessoal de apoio, que oferecem uma série de serviços, entre consultas médicas, emissão de passe livre, entrega de kits de higiene bucal, palestras, além da entrega de cadeiras de rodas à Pessoas com Deficiência (PcD).

O prefeito de Breves, José Antônio Azevedo Leão, o “Xarão”, parabenizou a iniciativa do Governo do Estado. “Quero agradecer ao governador Helder Barbalho pelo olhar sensível ao Marajó, e graças a Deus e ao Governo do Estado a população de Breves está tendo a oportunidade de usufruir desses serviços. É um olhar diferenciado do governador Helder Barbalho para a população marajoara”, contou.

O projeto prioritário de Governo ‘Pacto pela Redução da Mortalidade Materna’ no Estado do Pará, leva em consideração o aumento no número de óbitos maternos na região do marajó e que a pandemia do Covid-19 gerou impactos negativo no perfil epidemiológico dos municípios que compõem a região.

Também durante a ação, 120 pessoas foram beneficiadas com a emissão de RG, pela Polícia Civil.

CIIR – Uma equipe do Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR) integra a equipe do projeto itinerante e avalia se há malformações em crianças e se observada a necessidade, será encaminhada à avaliação da cirurgia ortopédica do CIIR.

Em casos de problemas auditivos, a criança também será encaminhada ao serviço de referência de deficiência auditiva do realizar CIIR, para avaliação médica.

Em casos de problemas auditivos, a criança também será encaminhada ao serviço de referência de deficiência auditiva do realizar CIIR

A diretora executiva do CIIR, Paola Reyes, explica que os profissionais do Centro oferecem um leque de serviços durante as ações itinerantes. “A equipe conta com nutricionista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e fisioterapeuta, entre outros, que trabalham para promover maior autonomia e melhor qualidade de vida para quem precisa. Até agora a ação tem sido muito positiva”, avaliou a diretora executiva do CIIR.

Novos equipamentos – Quase 300 cadeiras de rodas já foram entregues pela coordenação estadual da pessoa com deficiência, da Sespa, na ação Marajó II, nos municípios onde a ação já ocorreu.

De acordo com Iracy Tupinambá, da Sespa, as doações são feitas após surgimento de demanda espontânea. “A demanda está muito grande, e nossa equipe trabalha para atender todas as pessoas que precisarem. Os profissionais avaliam a necessidade e a cadeira é liberada, de acordo com a patologia da pessoa. São equipamentos de excelente qualidade e a coordenação estadual se faz presente para dar um novo sentido à vida da população do Marajó. Já entregamos um número considerado de cadeiras de rodas, e isso é muito gratificante”, contou Iracy Tupinanbá.

Maria Lúcia Silva e Brendo Silva

A moradora de Breves, Maria Lúcia Silva, 48 anos, foi até a ação em busca de atendimento e conseguiu uma cadeira de rodas nova para o filho Brendo Silva, de 26 anos. “A cadeira dele está velha e estava na hora de trocar. Foi uma maravilha ter conseguido, a partir de agora a nossa vida vai mudar. Graças a Deus e ao Governo do Estado”, disse.

Daniele Monteiro, 38 anos, também também conseguiu um equipamento novo. “Agradeço imensamente pela oportunidade. Agora vou poder fazer minhas atividades do dia a dia com mais agilidade e qualidade”, explicou.

Levantamento – Segundo Sipriano Ferraz, secretário adjunto da Sespa, ao final da expedição, a equipe fará um levantamento dos dados coletados para iniciar um plano estratégico a fim de reduzir a mortalidade materna na região.

“O projeto fará um diagnóstico para identificar os principais fatores que estão levando as mulheres marajoaras a ter um pré-natal difícil, e a partir disso trabalhar em em um plano de ação para reduzir a mortalidade materna no arquipélago do Marajó. É um trabalho que envolve diversos profissionais da Sespa, e todos estão dando o seu melhor”, pontuou.

Texto: Rodrigo Reis/Adepará
Fotos: Rodrigo Pinheiro/Ag. Pará