Com a próxima remessa de vacinas, Pará pretende começar a imunizar a faixa de 60 anos

Na noite de segunda-feira (22), após tratativas com o Ministério da Saúde, o governador Helder Barbalho anunciou nas redes sociais que a vacinação contra a Covid-19, em todo o território paraense, pode avançar até a faixa de 60 anos. “Estou em contato com o Ministério da Saúde para que possamos avançar em novos lotes e mais doses de vacinas para o nosso Estado. Foi sinalizado pelo Ministério da Saúde que, até a próxima quarta-feira (24), devem estar fornecendo mais 3 milhões de doses para todo o Brasil. E, claro, o Pará receberá a sua cota. E aí vem a boa notícia: estando assegurado este novo lote, nós já poderemos avançar para chegar na idade de 60 anos em todos os municípios do nosso Estado”, afirmou Helder Barbalho.

Durante o pronunciamento em vídeo, o governador avalia que com a chegada do novo lote de imunizantes, informado pelo Ministério da Saúde, a expectativa é que a situação epidemiológica paraense evolua, refletindo na diminuição da procura por leitos.

“Isto será uma importante ação para garantir que este público, com mais de 60 anos, possa estar imunizado e protegido. Certamente, isto representará um importante aliado para que possamos proteger aqueles que acabam precisando de um leito hospitalar, que acabam agravando o cenário da Covid-19. Queria levar essa boa notícia para que possamos, o mais rápido possível, vacinar a nossa população”, destacou o governador.

O Pará já recebeu, até o momento, 946.040 doses de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde. O último lote chegou ao território paraense no último sábado (20), quando foram enviadas 286 mil doses – sendo 102 mil da CoronaVac/Sinovac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, e 184 mil doses da Oxford/AstraZeneca, a cargo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Vacinação por regiões – Com a entrega do dia 20, nos próximos dias, na Região Metropolitana de Belém (RMB), idosos a partir de 60 anos já poderão ter acesso à primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. O Centro Regional de Saúde de Belém possui cadastrados 64.192 idosos a partir desta faixa etária.

Na segunda-feira, também encerrou a primeira fase de vacinação dos agentes de segurança pública que estão na linha de frente das ações de enfrentamento à pandemia. O governo autorizou a aplicação de 5 mil doses em agentes de segurança estaduais, municipais e federais que atuam na Região Metropolitana de Belém (RMB).

Texto: Ronan Frias/Cohab

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...