Dia do Técnico e Auxiliar de Enfermagem é celebrado em hospitais estaduais

A técnica de Enfermagem Jacqueline Lima, que atua no hospital de campanha do Hangar

Essenciais para garantir a recuperação e salvamento de vidas em perigo, seja nos hospitais ou demais instituições que necessitam da assistência contínua de cuidados médicos, os auxiliares e técnicos de Enfermagem receberam homenagens em diversos hospitais estaduais nesta quinta-feira, 20, quando se comemora o Dia do Técnico e Auxiliar de Enfermagem.

Com o advento da pandemia da Covid-19, a profissão tem passado por um dos seus maiores desafios, dada a importância da classe nos hospitais devido ao trato mais próximo com os doentes, o que norteou a valorização contínua dessas equipes.

A técnica em Enfermagem Flávia Goncalves, que atua no Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá

O secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho, destaca a importância do trabalho desses profissionais no cenário contemporâneo. “São as categorias que se mantém mais estreitas na assistência com o paciente. E é mais que merecido reconhecer a capacidade técnica desses profissionais por ajudarem na garantia da recuperação de pacientes, abrindo mão do conforto de seus lares e do convívio de familiares para salvar vidas, sobretudo neste momento em que estão atingindo uma maior visibilidade junto à população adoecida”, afirma.

De acordo com a Flávia Gonçalves, técnica em Enfermagem do Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá, a pandemia mudou a rotina na Unidade e trouxe desafios diários aos profissionais. Estamos enfrentando tudo com muita garra e determinação. O ato de cuidar do próximo é muito importante para a minha vida e estou muito feliz em poder contribuir com o meu trabalho para salvar vidas. Eu amo a enfermagem e minha família tem muito orgulho do meu trabalho”, relata a profissional, que atua na UTI/Covid-19 da Unidade.

Para Lorena Xavier, que atua como técnica em Enfermagem no Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira, cada melhora dos pacientes é celebrada pela equipe da Unidade. “Vê-los recebendo alta e voltando para os braços da família é a minha maior realização. Deus utiliza das nossas mãos para levar a cura até eles”, diz.

Lorena Xavier atua como técnica em Enfermagem no Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira

No Hospital de Campanha de Belém, localizado no Hangar – Centro de Convenções, atua a técnica de Enfermagem Jacqueline Lima. Segundo ela, ama a profissão e optaria por exercê-la quantas vezes fosse preciso. “Não tem sensação melhor que ouvir um ‘muito obrigado’ de um colega ou até mesmo de um paciente que precisa de cuidados. Eu me sinto extremamente feliz e realizada por atuar no Hospital de Campanha. No início eu tive medo, mas agora tenho orgulho. A minha história é de alguém que quer crescer da melhor forma: trabalhando. Comemorar essa data aqui dentro é ainda mais especial”, diz.

Sobre a data

O Dia do Técnico e Auxiliar em Enfermagem teve origem a partir do Dia Internacional da Enfermagem, que passou a ser uma data comemorativa no Brasil em 1938, quando foi instituída pelo então presidente Getúlio Vargas, por meio do Decreto nº 2.956, de 10 de agosto de 1938.

No entanto, no Brasil é comum a celebração da Semana da Enfermagem, que começa em 12 de maio (com o Dia Internacional da Enfermagem) e termina em 20 de maio (com a comemoração do Dia do Técnico e Auxiliar de Enfermagem).

 

Você pode gostar...