Estado amplia para 136 número de leitos de UTI no Baixo Amazonas e Tapajós

Para dar suporte à população do Baixo Amazonas e Tapajós no combate ao novo coronavírus, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), vem ampliando a oferta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais das regiões, que já contam com 136 leitos de UTI. O incremento, novamente feito na noite de domingo (31), já diminuiu a taxa de ocupação de 85% para 77,91%.

A região do Baixo Amazonas já enfrenta uma segunda onda ocasionada pela Covid-19. De acordo com o secretário adjunto de Saúde Pública, Sipriano Ferraz, a ampliação de leitos ocorreu de forma descentralizada para o fortalecimento do combate ao novo coronavírus nas cidades.

“É importante ressaltar que, na primeira onda de covid-19, nós chegamos a ter 90 leitos de UTI disponíveis para as regiões do Baixo Amazonas e Tapajós, hoje temos 136 leitos. No Hospital de Juruti, temos 10 leitos de UTI, abrimos 75 de UTI em Itaituba e mais 51 leitos UTI em Santarém”, garantiu.

O secretário reforça o compromisso e os esforços do governo do Estado para impedir o avanço da covid-19 em todo o Pará.

“O Governo não tem medido esforços para ampliar essa retaguarda, mas temos que deixar claro para a população que os doentes quando chegam na UTI, com covid-19, principalmente os que são intubados, têm um tempo médio de permanência hospitalar muito longo, ficando em média 20 dias internados na UTI. Então, temos um giro de leitos muito lento e isso nos preocupa. É possível que, ainda essa semana, iremos começar a transferência de pacientes do Baixo Amazonas para Belém, para o nosso hospital de referência, que é o Hospital de Campanha do Hangar”, reforçou Sipriano Ferraz.

Mais Leitos – Além dos leitos já abertos, o Governo do Pará vem trabalhando para ampliar ainda mais a rede pública de atendimento aos pacientes vítimas da pandemia no Pará. Em parceria com a Prefeitura Municipal, o Estado decidiu reabrir o Hospital de Campanha em Santarém, na região Oeste, para enfrentar o aumento de casos da Covid-19 nos municípios do Baixo Amazonas. A previsão é que o hospital ofereça 60 leitos clínicos para vítimas do novo coronavírus.

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou em suas redes sociais, na manhã de domingo (31), a ampliação da quantidade de leitos para pacientes com Covid-19 no Sudeste paraense. No Hospital Municipal de Marabá, em parceria com a Prefeitura, serão abertos mais oito leitos de UTI e 16 leitos clínicos. Em Parauapebas, aproveitando a capacidade de instalação do hospital, serão ofertados 140 novos leitos, 70 de UTI e 70 clínicos, para reforçar as estruturas de enfrentamento à doença.

Texto: Melina Marcelino/Sespa

Foto: Jader Paes/Ag. Pará

Você pode gostar...