Governo do Estado leva Policlínica Itinerante a Paragominas

Com sintomas suspeitos de Covid-19, dona Laura acordou cedo para ser a primeira a ser atendida na Policlínica Itinerante que chegou, nesta quinta-feira (4), a Paragominas, no sudeste do Pará. A dona de casa veio com a família inteira para se consultar com os médicos. “Eu estou sentindo muita dor de cabeça, dor nas costas e febre. Eu não procurei atendimento antes, porque fiquei com medo, mas aí quando eu soube que teria a Políclínica aqui fiquei muito feliz. Vim com meu marido e meu pai. A estrutura está maravilhosa, atendimento bom, veio mais que na hora para atender essa população”, disse Laura Neves, 54 anos, dona de casa.

Na ocasião, o governador Helder Barbalho, que esteve no local, cumprimentou funcionários e pacientes em atendimento, visitou as instalações da Policlínica Itinerante e agradeceu o empenho de todos na ação.

“É fundamental que nós possamos garantir o atendimento precoce, o correto diagnóstico, realizar todos os protocolos nos municípios do interior. Trazer para os municípios mesma resolutividade que deu certo na Região Metropolitana de Belém é a estratégia da Policlínica. Com a chegada dela, podemos fazer esse atendimento tanto nas cidades-polo, quanto nas do entorno, atendendo o maior número de pessoas possível. Neste momento, estamos no Marajó, na Região metropolitana, estamos também no Baixo Tocantins, na Belém-Brasília, aqui na região do Capim, e vamos avançar rumo ao sul e sudeste para que possamos garantir atendimento para população e que possamos vencer essa luta contra o coronavírus”, explicou o governador.

Paragominas é o 9º município  a receber a Policlínica Itinerante. Até o final a manhã desta quarta-feira (4), 260 pacientes já haviam sido atendidos. Ao todo, mais de 9.860 pessoas já foram atendidas nos municípios Santo Antonio do Tauá, Castanhal, Bragança, Cametá, Capitão Poço, Igarapé-Miri, Breves e Portel.

Corpo médico e técnico – Atender os paraenses de forma eficiente e humanizada é a missão dos profissionais que trabalham nessa ação do Governo do Estado. Marco Antônio é um dos médicos recém-formados que integram a equipe itinerante. “É como se estivéssemos devolvendo para a sociedade tudo aquilo que foi investido na gente em todos os esses seis anos de estudo. Poder retribuir com o nosso trabalho e com nossa força é gratificante demais retribuir”, disse Marco Antonio Camarão.

A recepcionista Tainá Sabóia já passou por três cidades paraenses e contou que vai levar essa experiência para toda a vida. “Ao mesmo tempo que é complicado estar longe de casa, a gente se sente satisfeito por poder estar ajudando as outras pessoas que estão precisando de atendimento e têm dificuldades para encontrar atendimento. Então a gente viaja para fornecer esse atendimento para pessoas que precisam. É uma experiência que vai ficar marcada para todos nós, tem gente desde serviços gerais aos médicos, passando por seguranças”.

Hospital Regional – O Hospital Regional Público do Leste do Pará está na retaguarda da Policlínica. Os pacientes que recebem o encaminhamento para tomografia são transportados até a unidade para a realização do exame. Em média, são realizadas 30 tomografias por dia, 90% são para investigação de Covid-19. Além disso, dos 70 leitos, 28 estão exclusivos para pacientes em tratamento contra o coronavírus, metade são de UTI e a outra metade leitos clínicos. Baseado em Paragominas, o Hospital atende pacientes de outros 23 municípios próximos.

Além do governador Helder Barbalho, estiveram presentes na ação o prefeito da cidade, Paulo Tocantins, deputados estaduais e lideranças políticas da região.

“Uma ação dessa vem ao encontro dos interesses da população, vai além do atendimento médico. É uma ação que tem sido feita em vários municípios do estado para dar o atendimento básico que a população merece”, asseverou o deputado estadual Chicão.

“Essa ação do governador do Pará traz a possibilidade levar atendimento muito maior, mais rápido e com isso combatemos o coronavírus no início dos casos leves e moderados, trazendo a possibilidade de salvar mais vidas”, destacou o deputado estadual Iran Lima.

A Policlínica Itinerante ficará até sábado, dia 6, em Paragominas e continuará avançando para outros municípios do Pará: Dom Eliseu, Abatetuba, Moju, Bagre, Melgaço, Curralinho e Oeiras do Pará.

“Estamos em Paragominas e, em breve, estaremos em Dom Eliseu. Nossa outra equipe já está se arrumando para começar no Moju, nesta sexta (5), depois iremos para Abaetetuba. Também temos uma Policlínica Itinerante no Marajó, onde na próxima semana, estaremos em quatro municípios: Bagre, Melgaço, Curralinho e Oeiras do Pará. Estamos trabalhando com três frentes para atender o maior número de municípios no menor tempo possível”, explicou Sipriano Ferraz, coordenador das Policlínicas Itinerantes.

Vizania Lima foi uma das pacientes hoje na Policlínica Itinerante em Paragominas e vai voltar para casa mais tranquila, com prescrição de medicamento. “Meu medo era esse, deixar ficar em casa e evoluir para algo grave. Tem gente que não tem condições de ir ao médico, e aí quando tem uma oportunidade de fazer exames é muito importante”, agradeceu a estudante.

Serviço: a Policlínica Itinerante em Paragominas fica no município de 4 a 6 de junho, das 8h30 às 17h30, na Rua Equador, n° 42, no Trevo da Escola Nova, bairro Guanabara.

Texto: Tayná Horiguchi/Cosanpa

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...