Governo do Pará chega a Moju com a Policlínica Itinerante para atender pacientes com sintomas da Covid-19

Em poucos minutos, a dona de casa Jamilly Sarraf, que atestou positivo para a Covid-19, fez uma consulta médica e tirou dúvidas sobre a doença. “Eu fiz o teste, deu positivo, já estou fazendo o tratamento, mas vim aqui tirar as dúvidas para saber se ainda preciso continuar com os remédios ou não. Eu, fiz a triagem, o médico viu o resultado dos meus exames e agora está tudo bem. O atendimento foi ótimo, foi excelente”, contou a dona de casa que procurou atendimento da Policlínica Itinerante nesta sexta-feira (5).

Ela foi uma das primeiras pacientes a ser atendida em um dos consultórios disponíveis na Ação do Governo do Pará, que chegou a Moju hoje. A estrutura conta com consultórios, um tomógrafo para realização de exames e uma equipe formada por 40 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativo.

O Governador do Estado, Helder Barbalho, esteve presente na cidade conhecendo as instalações e acompanhando o atendimento realizado pela Policlínica Itinerante. Ele falou da importância de levar a ação ao município, que até às 09:20 desta sexta (5), já contabilizava 700 casos confirmados da Covid-19 e 20 óbitos, segundo boletim da Sespa, e de tratar a doença na fase inicial.

“Nossa intenção é garantir o atendimento precoce, com os protocolos adequados, os medicamentos, exames laboratoriais e também a tomografia para que o paciente possa voltar para casa já em plenas condições de executar o tratamento ou, se necessário, a partir do diagnóstico, ser encaminhado para uma estrutura hospitalar”, explicou Helder Barbalho.

O governador ressaltou que o objetivo do Governo é levar a Policlínica Itinerante para todas as regiões do Estado. “A estrutura que hoje está no Moju já seguirá para Marabá. Uma outra estrutura paralela seguirá para o município de Abaetetuba. Nós também estamos em Dom Eliseu e a partir do domingo (07), um barco estará com a estrutura da Policlínica Itinerante levando atendimentos aos municípios do Marajó. Nós estamos buscando fazer com que esse trabalho chegue a todas as regiões do Estado para atender o maior número de pessoas possível, nas ações do Governo com a parceria dos municípios, para que o Pará vença o novo coronavírus”, completou.

Moju é o 10º município a receber a ação, que seguirá na cidade até o próximo domingo (07). Também poderão ser atendidos moradores de Acará, Baião, Mocajuba, Breu Branco, Tailândia, Igarapé-Miri, Abaetetuba e Barcarena.

Segundo a médica Maitê Gadelha, coordenadora da Policlínica Itinerante em Moju, a expectativa é atender cerca de 400 pessoas por dia, até domingo. “No começo da manhã já tínhamos aproximadamente 200 pessoas atendidas. Estamos observando um fluxo muito grande de pacientes. A Prefeitura de Moju nos informou que a população quilombola também está se deslocando para cá. O tempo total de atendimento não passa de uma hora, desde o cadastro, a triagem, terminando no atendimento médico”, explicou a coordenadora. Ela também falou que, apesar da estrutura contar com um tomógrafo, nem todo paciente deve fazer o exame.

“O paciente é examinado pelo médico e durante o exame físico o profissional vai avaliar se aquela pessoa tem indicação ou não para fazer a tomografia. Se houver a necessidade, ele será encaminhado para o procedimento”, explicou Maitê Gadelha.  O aparelho de tomografia está na cidade de Igarapé Miri. Os pacientes que tiverem necessidade de realizar o exame serão levados até lá em uma van do Governo do Estado até o local.

A dona de casa Ivone Souza procurou o serviço pois está com sintomas da Covid-19. “Eu adoeci uns dias atrás com tosse, febre e falta de ar. Aí eu melhorei, mas continuei com dificuldade de respirar e aproveitei essa oportunidade da policlínica itinerante para me consultar”, disse.

A autônoma Shiley Paz também aproveitou a ação para dar continuidade ao tratamento da Covid-19 e tentar fazer uma tomografia, pois está com parte do pulmão comprometido devido a doença. “Eu vim buscar atendimento porque eu estou com a Covid-19. Pelas contas do médico, estou infectada há 23 dias e eu tenho que fazer uma tomografia do tórax. Como eu não tenho dinheiro, porque estou há três meses com o meu estabelecimento de venda de lanches fechado, vim tentar fazer esse exame aqui, com o encaminhamento do médico e consegui”, relatou Shiley.

A ação conta com a atuação de médicos recém formados que estão atuando no combate a pandemia, como o médico Lucas Aguiar, que se formou em abril deste ano. “Tem sido uma experiência engrandecedora. Eu tenho conhecido realidades diferentes da minha e isso como profissional me acrescenta demais. E ainda saber que eu estou ajudando, levando atendimento para pessoas que não tem esse acesso de maneira tão fácil me deixa mais feliz ainda”, disse Lucas.

A prefeita de Moju, Nilma Lima, falou que a Policlínica Itinerante irá reforçar o tratamento dado às pessoas diagnosticadas com Covid-19 no município, que ontem zerou o número de pacientes internados com a doença.

“A gente vem fazendo um trabalho de antecipação para proteger a população, mas a Policlínica é de extrema importância por toda a estrutura que tem, e da segurança ao município com atendimento imediato a quem precisa, que já sai com a receita e faz os exames necessários”, falou a prefeita.

Entrega de equipamentos – A prefeita do município agradeceu a entrega do aparelho de Raio-X, ocorrida hoje na unidade de saúde mista do município, que irá reforçar o tratamento à Covid-19, auxiliando no diagnóstico da doença, pois é um equipamento de primeira geração, todo digitalizado.

A estrutura em formato itinerante já passou pelos municípios de Santo Antônio do Tauá, Castanhal, Bragança, Cametá, Capitão Poço, Igarapé-Miri, Breves, Portel e Paragominas, realizando mais de 10 mil atendimentos.

Serviço: A Policlínica Itinerante em Moju fica no município de 05 a 07 de junho, das 8h30 às 17h30, na Praça Matriz, em frente à Prefeitura.

Abastecimento de água – Acompanhado do presidente da Cosanpa, José Antônio de Angelis, o Governador Helder Barbalho também visitou as obras da nova Estação de Tratamento de Água da Cosanpa em Moju, que já está em fase de testes e será entregue ainda este mês.

O projeto de 2013 nunca foi concluído pela gestão passada. A Cosanpa deu continuidade e agora irá entregar a estação completa com captação do rio Moju. O investimento foi de R$ 34,9 milhões e inclui o novo sistema de captação, a estação de água completa, 40 quilômetros de rede de água, 2.830 ligações domiciliares, a recuperação dos reservatórios existentes e a reforma da loja de atendimento. Atualmente, Moju é abastecida por um sistema de poços.

“É muito importante que nós possamos garantir água de qualidade para a nossa população. É um investimento de R$ 34 milhões de reais. São 600 m³ de água ofertados e a estrutura já pronta para chegar a 100% dos lares.   O abastecimento de água é um desafio que nós temos que solucionar e por isso o Governo do Estado tem feito os investimentos necessário, cobrado uma gestão eficiente da Cosanpa para que a companhia possa ser reestruturada, possa ter a eficiência necessária para bem atender e assistir a população”, concluiu.

Texto: Lucila Pereira/Igeprev

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...