Governo do Pará reforça quadro de profissionais de saúde no combate a Covid-19

Entre as ações, a Uepa entregou diploma para 80 médicos para atuarem no combate à Covid-19 em Belém, Santarém e Marabá

Os investimentos do governo do Estado para a ampliação do número de profissionais de saúde que atuam no combate à Covid-19 na rede pública de saúde continuam. A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio de chamada pública, convoca oito categorias profissionais – médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, biomédicos, técnicos de enfermagem, agentes administrativos e motoristas – para atender a necessidade de pessoal no enfrentamento à pandemia.

A Sespa publicou na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (20), a chamada pública para a contratação de profissionais de saúde para atuar na linha de frente no combate ao coronavírus. Os interessados devem encaminhar o currículo para o e-mail selecao@sespa.pa.gov.br e nominar o campo “Assunto” do e-mail com a função pretendida, (exemplo: Fisioterapeuta).

A chamada pública está prevista na Lei Complementar nº 131, de 16 de abril de 2020, sancionada pelo Governo do Pará, que delimita as situações de interesse público permitidas para a contratação temporária de pessoal, inclusive sem a realização de Processo Seletivo Simplificado (PSS) nos casos de urgência, no âmbito da Administração Pública Estadual.

Residentes – O governo do Estado também autorizou, por meio do Decreto nº 698, publicado na última terça-feira (21), a convocação dos médicos que estão cursando programas de residência médica vinculados aos órgãos e entidades da Administração Pública estadual e a outras instituições, públicas ou privadas, de ensino superior do Pará.

Os 303 residentes convocados para reforço no enfrentamento à pandemia poderão atuar em qualquer unidade de saúde da rede estadual e municipal. A partir desta sexta-feira (24), os residentes já começam a ser encaminhados da Santa Casa, Ophir Loyola, Hospital das Clínicas e Uepa para atuarem no Hospital de Campanha da capital.

Uepa – A Universidade do Estado do Pará antecipou a formatura de 80 médicos para atuarem no combate à Covid-19 em Belém, Santarém e Marabá. Na quarta-feira (22), 48 discentes do curso de Medicina de Belém e 13 de Marabá receberam o diploma, totalizando a formação de 80 médicos, capacitados para assumirem a luta contra a Covid-19 no Estado. Esse número inclui a antecipação da formatura, no último dia 9 de abril, de 19 discentes no campus de Santarém.

Médicos cubanos – Para reforçar o sistema de saúde pública estadual e do município de Belém, o Governo do Pará trabalha na contratação de 86 médicos cubanos para atuarem no Hospital de Campanha, instalado no Hangar, nas unidades básicas de saúde (UBSs) e de pronto-atendimento (UPAs), além dos prontos socorros (PSs) de Belém. Os contratos são oferecidos a médicos com especialidade em Clínica Médica, Medicina Intensiva e Infectologia, e experiência em Atenção Básica.

O governador Helder Barbalho garantiu, em pronunciamento ao vivo pela TV Cultura e pela internet, na quinta-feira (23), que 32 médicos cubanos já se apresentaram no Hospital de Campanha de Belém.

Texto: Giovanna Abreu/Secom

Foto: Pedro Guerreiro

Você pode gostar...