Governo pede reforço de equipamentos ao Ministério da Saúde para aumentar número de UTIs no Pará

Na manhã desta segunda-feira (27), o governador do Pará, Helder Barbalho, enviou uma carta ao ministro da Saúde, Nelson Teich, solicitando o envio de respiradores, monitores e bombas de infusão para reforçar o atendimento de saúde em todo o Estado.

“Foi amplamente divulgado na mídia que o Ministério da Saúde deve enviar 14.100 unidades de respiradores para todo o país. Considerando que somamos 4% da população brasileira, nos dirigimos à Vossa Excelência para solicitar, com a urgência que o caso requer, o envio de 564 respiradores, 564 monitores e 2.256 unidades de bomba de infusão, a fim de suprir a necessidade de atendimento à população”  – governador Helder Barbalho no documento enviado à Teich.

Na carta, Helder Barbalho ressalta as medidas que o Estado vem tomando desde o dia 26 de fevereiro de 2019 no combate ao coronavírus. Desde então, o Governo do Pará vem trabalhando e implementando diversas medidas de enfrentamento, com ampliação dos leitos nos hospitais, contratação de médicos e medidas de restrição para reforçar o isolamento social.

“Para tanto, o governo disponibilizou 18 hospitais regionais que passaram a funcionar como ponto de referência no combate à doença. O Estado dispõe de 158 UTIs e 951 leitos destinados, exclusivamente, aos pacientes de covid-19”, reitera Helder Barbalho.

O sistema de saúde pública do Pará ainda dispõe de dois helicópteros equipados com UTI para fazer o transporte de pacientes da região oeste e também do Marajó. Na região metropolitana, foram habilitados dois hospitais da rede pública e uma policlínica, além de tomógrafos no Pronto Socorro Municipal para auxílio em laudos técnicos.

O estado do Pará recebeu do Ministério da Saúde 40 respiradores em duas semanas distintas (20 em cada uma). A carta foi encaminhada à Brasília e aguarda retorno do Ministério da Saúde.

Texto: Larissa Noguchi/Secom

 

Você pode gostar...