Governo presta contas para órgãos de controle sobre ações contra o novo coronavírus

Dar transparência às ações realizadas pelo Governo do Estado na contenção e enfrentamento ao novo coronavírus e promover alinhamento institucional. Foi com esse objetivo que, nesta segunda-feira (30), o governador Helder Barbalho prestou contas para representantes dos Ministérios Público Federal (MPF) e Estadual (MPE), Tribunal de Justiça (TJ), além do Ministério Público do Trabalho (MPT) e Defensorias Pública Estadual (DPE) e da União (DPU). A reunião de trabalho foi realizada por videoconferência e presencialmente na Sala de Estado, no Palácio do Governo, em Belém.

Na oportunidade, o governador reafirmou a necessidade do Poder Executivo Estadual implementar medidas restritivas para avançar na criação do isolamento social. Helder Barbalho destacou que o Estado não está medindo esforços para reduzir a velocidade de contágio do novo coronavírus. Barbalho foi enfático ao afirmar que não existe subnotificação no Estado.

“Não é hora de achismos pois vamos alimentar uma narrativa de fake news. Estamos agindo com empenho para ampliar nossa capacidade de realização de testes para identificar o coronavírus. Atuamos de forma transparente e compartilhamos os resultados com os órgãos responsáveis e a sociedade”, afirmou Helder Barbalho.

Durante a reunião de trabalho, o governador adiantou que o Estado está desenvolvendo medidas para avançar no fortalecimento da rede de saúde pública que irá atender os casos positivos.

“Ainda nesta semana vamos começar a montagem de nossos Hospitais de Campanha que irão criar mais 720 novos leitos, além disto, estamos com ações paralelas para contratação de respiradores e equipamentos para criação de novas UTIs (Unidade de terapia intensiva)”, complementou o governador do Pará.

Já Alberto Beltrame, secretário de Estado de Saúde Pública, informou que que as ações realizadas estão previstas no plano de contingência com diretrizes técnicas da vigilância sanitária e do Ministério da Saúde (MS). “Dentro deste plano já estamos com 31 leitos de UTI separados como reserva técnica. Também estamos em fase de compra para mais 400 [leitos de UTI]. Além disto, ainda aguardamos mais 20 leitos que serão enviados pelo Ministério da Saúde”, disse.

Alberto Beltrame, secretário de saúde do Pará

No final da reunião, ficou acertado entre as partes a ampliação do compartilhamento de informações sobre as ações realizadas e cenário da pandemia do novo coronavírus no Estado.

Além do governador e do secretário de Saúde, pelo Governo do Estado, também participaram representantes das Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), de Administração Penitenciária (Seap) e Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

*Texto original de Leonardo Nunes (Secom)

*Fotos de Marco Santos (Agência Pará).

Você pode gostar...