Governo realiza segundo dia de vacinação para agentes de segurança pública

Mais de 450 doses da vacina contra a Covid-19 serão disponibilizadas até às 16h desta segunda-feira (22), aos municípios de Ananindeua e Marituba. Esse é o segundo dia de imunização da primeira dose para os agentes de segurança pública, que estão na linha de frente no combate ao coronavírus nas cinco cidades que estão em lockdown na Região Metropolitana de Belém (Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e Santa Bárbara). Ao todo, 5 mil doses foram disponibilizadas aos profissionais do Estado, Município e da União que atuam na RMB. O primeiro dia de vacinação ocorreu no sábado (20).

No Centro de Formação e Aperfeiçoamento do Corpo de Bombeiros Militar, em Ananindeua, a expectativa é vacinar 470 agentes. No local, estão sendo aguardados policiais civis, bombeiros militares e servidores da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Em Marituba, os guardas municipais são vacinados no ginásio da cidade.

“É um pioneirismo no Brasil. O Pará é o primeiro estado que está vacinando os seus agentes de segurança pública, que são os policiais que estão na linha de frente, na fiscalização dos locais, estão na rua, atendendo a população nas delegacias. Então, isso é muito gratificante e importante para o nosso Estado. Essa proteção também gera uma melhor segurança para a cidade”, afirmou Roberto Barra, investigador da Polícia Civil.

A totalização das doses disponíveis deve alcançar 30% dos servidores de segurança pública. A policial penal Eslane Alves Almeida, que trabalha no Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua, e que possui uma proximidade com as detentas, ressalta a necessidade de vacinação.

“Esse momento é aguardado por todos nós, porque essa doença é silenciosa e pegou todos desprevenidos. É muito importante para todos nós que estamos diariamente atuando em prol de toda sociedade e que não temos como parar. Temos que agradecer e muito essa iniciativa do governo, porque somos privilegiados em todos os aspectos e, principalmente, por ser o primeiro Estado a adotar essa medida”, afirmou.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado, também enfatiza a importância de vacinar os profissionais que estão na linha de frente, no combate ao coronavírus.

“Nós iniciamos o processo no sábado (20) e, diga-se de passagem, o Pará é o estado do Brasil que primeiro iniciou essa vacinação e tem sido referência em relação a isso, pela valorização que damos a nossa tropa e pelo reconhecimento do trabalho que vem sendo feito durante esse período de pandemia. Nós devemos concluir hoje cerca de 30% do efetivo que atua na Região Metropolitana, em especial, esses cinco municípios em lockdown”, explicou Ualame Machado. “Esperamos prosseguir na tratativa com a Sespa e também com o Ministério Público, para que a gente possa prosseguir com a vacinação e atingir um percentual maior nessa população que trabalha com segurança pública”, afirmou.

Texto: Aline Saavedra/Segup

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...