Governo reúne com prefeituras para debater estratégias de enfrentamento a Covid-19

Debater estratégias para evitar o avanço da Covid-19 na região metropolitana de Belém. Esse foi o objetivo da reunião entre o governador do Estado, Helder Barbalho, e representantes das prefeituras de Ananindeua, Belém, Marituba, Benevides e Santa Bárbara, realizada na manhã desta segunda-feira (25), no Palácio dos Despachos, em Belém.

“Essa reunião é importante, na medida do possível, para estabelecer ações de combate a pandemia. Nós estávamos em um cenário totalmente diferente, de estabilidade, mas agora precisamos nos preparar para um possível aumento de casos”, disse o governador Helder Barbalho.

Para o procurador-geral do Estado, Ricardo Seffer, a reunião foi satisfatória, na medida em que os gestores municipais entenderam que medidas mais restritivas podem conter o avanço da doença nos municípios que compõem a região metropolitana de Belém. “Houve uma convergência e entendimento técnico entre as equipes. O momento é de preocupação, a orientação do governador e dos prefeitos foi no sentido de que as equipes aprofundem as análises de volume de casos, disponibilidade de unidades de saúde, para que, ao fim dessa semana, os gestores tomem uma decisão final acerca do endurecimento das regras. Essa é a tendência que vemos desenrolando hoje, ou seja, passarmos por novos processos de restrições, sempre primando pela vida e pela ciência”, disse.

Presente no encontro, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Ualame Machado, ressaltou que o governo vem atuando em diversos locais do Estado para garantir o cumprimento do Decreto Estadual 800/2020, que restringe algumas atividades em virtude ao crescimento de casos da doença.

“Nós estamos reunindo com as prefeituras para que possamos mostrar a real situação do Estado e também ver que medidas restritivas podem ou serão adotadas caso seja necessário. Então, é importante essa integração para que todos os municípios entendam o cenário que estamos vivendo para que possamos tomar decisões baseadas nos critérios técnicos e científicos. A reunião foi essencial para esclarecer o que está sendo feito e o que ainda podemos fazer para evitar uma possível segunda onda do novo coronavírus”, ressaltou o secretário.

Ainda hoje, representantes das áreas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e das prefeituras da região metropolitana de Belém, voltam a se encontrar para debater possíveis medidas restritivas para os próximos dias. “Essa reunião foi importante para unir forças entre o Estado e os municípios para fazer o bem maior, que é salvar vida dos paraenses. Então, cada contribuição com a particularidades dos municípios, as necessidades apontadas, foram satisfatórias para que juntos possamos encontrar soluções. Mas no final da tarde voltaremos a nos reunir para que, juntos, possamos fechar possíveis novas medidas de restrições”, disse Ariel Barros, secretário adjunto de Administração da Sespa.

Texto: Bruno Magno/CPH

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...