Graesp inicia nova distribuição de imunizantes para o interior do Pará

Agentes de segurança embarcam um lote de vacinas que o governo do Pará distribui aos municípios para o esforço de imunização

Mais uma vez o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), contribui de forma decisiva na distribuição das vacinas contra a Covid-19 no interior do Pará. De forma célere, os imunizantes chegam aos lugares mais distantes, potencializando as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus realizadas pelo Governo do Pará.

Nesta quarta-feira (17), chegou a Belém, a oitava remessa de vacinas contra a Covid-19 para o Pará. Foram entregues 117.400 doses de CoronaVac/Sinovac, imunizante desenvolvido no Brasil pelo Instituto Butantan. O Pará já recebeu, ao todo, 660.040 doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

A distribuição teve início na manhã desta quinta-feira (19), com destino a Santarém, de onde as vacinas serão conduzidas para a região da Calha Norte e para o arquipélago do Marajó, chegando a municípios como Afuá, Chaves e Anajás.

Lote de vacinas seguiu para Santarém, de onde será transportado para os municípios da Calha Norte do rio Amazonas e para o Marajó

Nesta sexta-feira (19), os voos seguirão para os municípios de Gurupá, Cametá, Marabá, Conceição do Araguaia, Soure, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, Cachoeira do Arari, Ponta de Pedras, Curralinho, São Sebastião da Boa Vista, Muaná e Breves. Desse último, o Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu) levará os imunizantes para Bagre, Melgaço e Portel. Ao todo, são empregadas quatro aeronaves do Graesp. Dois helicópteros e dois aviões.

“Os órgãos de segurança pública sempre estiveram na linha de frente, desenvolvendo diversas atividades. Desde a distribuição de máscaras, luvas e álcool em gel para os profissionais que garantem a proteção da sociedade, neste período, no enfrentamento à violência, mas também em relação ao combate do vírus e, mais recente, na distribuição de vacinas. Em um estado que possui a dimensão continental que o Pará possui, o emprego de aeronaves e embarcações que reduzam o tempo de deslocamento é uma maneira muito importante para conter a proliferação do vírus”, explicou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

Texto: Aline Saavedra/Segup

Fotos: Divulgação

Você pode gostar...