Hospital Abelardo Santos supera 20 mil atendimentos em duas semanas

Após consulta médica com prescrição de receita, pacientes podem retirar os medicamentos no próprio local

Com queda no índice de isolamento domiciliar, cresce a quantidade de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, aumentando ainda o número de casos graves. Quem apresenta os sintomas iniciais da doença, e se trata precocemente, pode evitar a evolução do quadro de saúde. No setor de triagem do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), já foram realizados cerca de 20.690 atendimentos para identificar sinais leves e moderados de síndrome respiratória, desde do dia 30 de abril, quando passou a atender exclusivamente pacientes com suspeita de Covid-19.

Alessandra Amaral, que coordena o setor de Triagem, conta que, no local, “está sendo aferida a pressão arterial, sendo verificada também a temperatura e o nível de oxigenação no sangue. Quando o paciente é encaminhado para o atendimento médico, se necessário, são feitos os exames complementares e a entrega da medicação”.

O Hospital é referência no atendimento de pacientes com Covid-19, estando de portas abertas, 24h, à população. A equipe também orienta sobre a importância do uso de máscaras, cedendo gratuitamente o material de proteção aos usuários do serviço.

“É uma satisfação trabalhar nesta ação para vencermos juntos esta luta, minimizando o sofrimento da nossa população. E se todos ajudarem, fazendo a sua parte de ficar em casa, com certeza, vamos combater este vírus”, acrescentou a coordenadora.

Os sintomas mais comuns de infecção pelo novo coronavírus são febre, dor de garganta, tosse e falta de ar. Outros possíveis sinais da Covid-19 podem ser o cansaço, coriza, dores de cabeça e no corpo, vômito, diarreia, perda de olfato e paladar e calafrios.

Texto: Jackie Carrera/Secom

Foto: Ana Carla Lima

 

Você pode gostar...