Hospital Galileu completa sete anos de funcionamento integrado ao combate à Covid-19

Com 7 anos de funcionamento, Hosptal Gallileu saiu da retaguarda dos traumas ortopédicos para a linha de frente do combate à Covid-19

Nesta quarta-feira, 14, o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) completa sete anos de funcionamento. A unidade de retaguarda, localizada em Belém, é referência em casos de traumas ortopédicos no Estado do Pará.

Em 2020, a unidade realizou mais de 95 mil atendimentos entre consultas, exames e internações. Por causa da pandemia de Covid-19, o HPEG precisou alterar seu perfil e, desde o dia 16 de março, atende exclusivamente pacientes acometidos pela doença.

Pertencente ao Governo do Pará, a unidade já recuperou mais de 140 pacientes da Covid-19. Ao todo, são 90 leitos de enfermaria e 10 de UTI exclusivos no atendimento de casos do novo coronavírus, além de mais de 200 profissionais de saúde atuando no enfrentamento da doença.

O secretário de Saúde do Pará, Rômulo Rodovalho, ressalta a dedicação e a coragem da linha de frente do hospital no combate ao coronavírus, visto que, por dois anos consecutivos, o hospital teve que mudar o perfil de atendimento exclusivamente para o novo coronavírus. “Por isso, a Unidade tem exercido importante atuação nesse sentido, ao atender as necessidades estratégicas do governo e as expectativas da sociedade”, destacou.

Texto: Rafaela Palmieri/HPEG

Você pode gostar...