Hospital Galileu promove debate sobre a violência contra a mulher; Saiba como denunciar

Hospital Galileu promove debate sobre a violência contra a mulher; Saiba como denunciar

23 de agosto de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Pacientes com a equipe do HPEG durante orientações sobre agosto Lilás

Em alusão à campanha “Agosto Lilás”, que combate e busca inibir os casos de violência doméstica no Brasil, o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém, promoveu um momento de orientações e debate sobre o tema. O público-alvo da ação foram pacientes internados na unidade e seus acompanhantes. Organizado pelo setor de Humanização da unidade, a iniciativa integra o planejamento anual que tem como objetivo trazer assuntos de interesse social para ampliar a conscientização sobre temas importantes.

“Desenvolvemos um folder explicativo onde falamos sobre os diferentes tipos de violência doméstica, que também enquadra a violência sexual, moral, física, psicológica e patrimonial. Sabemos da importância em disseminar essas informações para a redução da violência contra a mulher”, explica Lidiana Sousa, Supervisora de Humanização do HPEG.

Além da entrega do material gráfico e orientações, as pacientes mulheres tiveram um momento de beleza e bem-estar, com limpeza de pele e massagens. Ivani Lima, internada há uma semana, fez questão de participar. “Com as orientações corretas, conseguimos até mesmo ajudar outras mulheres que passam por violência”, disse.

O Hospital Galileu, localizado na capital paraense, é uma unidade de retaguarda que integra a rede pública de saúde do Governo do Pará e promove, mensalmente, ações educativas junto aos pacientes e colaboradores da unidade.

Campanha Agosto Lilás –  O Agosto Lilás é uma campanha nacional de enfrentamento à violência contra a mulher. Surgiu como parte da luta representada pela Lei Maria da Penha, que entrou em vigor no dia 22 de setembro e busca coibir atos de violência doméstica contra a mulher.

O nome da lei é baseado no caso Maria da Penha Fernandes, que foi vítima de violência causada, na época, por seu marido.

Como denunciar? 

Em Belém, existem canais de denúncia para casos de violência contra a mulher e que podem ser acionados a qualquer hora do dia.

O número (91) 98115-9181 Disque Denúncia é o WhatsApp oficial da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), e garante o sigilo e anonimato do cidadão que contribui para as investigações, garantindo também a segurança do denunciante.

É possível denunciar também pelo número 190, do Centro Integrado de Operações (CIOP), ou em delegacias mais próxima de sua residência.

Texto: Rafaela Abreu Palmieri/HPEG

Foto: Ascom/HPEG