Hospital Geral de Castelo de Sonhos promove mutirão de ultrassonografia de mamas

Hospital Geral de Castelo de Sonhos promove mutirão de ultrassonografia de mamas

13 de outubro de 2021 Off Por Roberta Vilanova

Hospital Geral de Castelo de Sonhos, em Itaituba

No mês de conscientização a prevenção ao câncer de mama, o Hospital Geral Público Castelo de Sonhos promove o mutirão de ultrassonografia de mamas nos dias 21, 22, 28 e 29 de outubro, das 07h às 17h. Mulheres acima de 25 anos interessadas em realizar a ultrassonografia devem comparecer na Unidade munidas de identidade e cartão SUS.

O Hospital mobiliza a população e os profissionais de saúde para a identificação e prevenção da doença, com o objetivo de levar a informação aos usuários e salvar as vidas de milhares de mulheres.

“Informar, orientar e identificar os pacientes com maiores riscos de desenvolvimento do câncer de mama são alguns dos principais pilares do Outubro Rosa. Diante do risco que a doença apresenta para mulheres, o diagnóstico precoce é ainda uma das melhores formas de aumentar as chances de cura e sobre vida das pacientes. A ultrassonografia de mamas é uma das ferramentas disponíveis e de muita importância na busca de lesões mamárias que facilitam o tratamento precoce”, explica o Dr. Cleisson Borges, clínico geral da Unidade.

A gestão compartilhada entre o Governo do Estado e o Instituto Social Mais Saúde destaca a eficiência da medicina preventiva com estratégias adotadas para o aumento da qualidade de vida dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Pandemia – Infelizmente em razão da pandemia de covid-19, um grande número de mulheres deixou de acompanhar seus exames preventivos de rotina. Portanto, considerando a diminuição na taxa de detecção, pode-se esperar o aumento de casos não diagnosticados. Neste momento, a retomada das atividades torna indispensável a realização dos exames de rastreio.

Consultas – O Hospital Castelo de Sonhos oferece as especialidades de Ginecologia e Obstetrícia, na qual os médicos solicitam os exames preventivos para pacientes que realizam o acompanhamento. Para marcar consulta, os usuários contam com o agendamento através da atenção básica de saúde do município.

Texto: Kylanne Bitencourt/HGCS

Foto: Jader Paes/Ag. Pará