Hospital Geral de Tailândia adere ao movimento ‘Maio Amarelo’

Performance teatral tenta mostrar para aos demais colaboradores que a imprudência no trânsito pode resultar em graves danos

A equipe multiprofissional do Hospital Geral de Tailândia (HGT) aderiu ao movimento “Maio Amarelo” com o intuito de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Com assistência de média complexidade aos usuários da região, o HGT possui serviço de urgência e emergência 24h.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil está na quarta posição entre os países com mais mortes em acidentes de trânsito no mundo, ficando atrás apenas da China, Índia e Nigéria.

As ações de educação em saúde realizadas pela Comissão Interna de Prevenção de Acidente (Cipa) do HGT, ao longo de maio, tem o objetivo de contribuir para a redução do número de vítimas e de óbitos no trânsito, especialmente, na mesorregião região do nordeste paraense, que é área de abrangência da assistência da unidade hospitalar junto à população.

As ações no HGT, para maior conscientização sobre segurança no trânsito, envolvem os colaboradores, usuários e acompanhantes. ‘Por um trânsito mais seguro’ é o tema da campanha estratégica que realiza várias atividades educativas, entre elas, a performance teatral de acidentados com o objetivo de mostrar para aos demais colaboradores que a imprudência no trânsito pode resultar em graves danos e consequências, inclusive, a morte. Os acidentes podem ser evitado com uso de capacete, cinto de segurança, mais atenção dos pedestres durante o percurso em ruas e avenidas movimentadas, limites de velocidade e entre outros comportamentos.

Segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), constatados junto ao Sistema Único de Saúde (SUS), os acidentes de trânsito são responsáveis por uma das principais causas de internação e óbitos no Pará. Somente entre 2010 e 2020, foram registradas no Estado 104.647 internações por acidentes de trânsito pelo Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), a maioria compreendendo vítimas entre 20 e 29 anos (29.150 mil internações) e 30 a 39 anos (23.125 mil internações), correspondendo a 77% do sexo masculino e 23% por mulheres.

De acordo com o presidente da Cipa, o enfermeiro Wanderson Lisboa Braga, durante as ações promovidas, houve ainda panfletagem no HGT com informações necessárias para educação e cuidados no trânsito, além de afixação de lembretes nos veículos no estacionamento da unidade hospitalar, com orientações aos condutores.

Outros dados da Sespa dão conta ainda que, no Pará, os acidentes e as violências no trânsito responderam por 241 mortes em 2020, o equivalente a 7,3% a menos do que o registrado no ano anterior. Em estudo realizado em serviços de urgência e emergência de capitais brasileiras, 25% dos atendimentos por causas externas foram devidos a acidentes de transporte.

A ação de educação em saúde do HGT contou com o apoio do Serviço Especializado de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e do Serviço de Apoio de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH).

Serviço:

O Hospital Geral de Tailândia fica na Avenida Florianópolis, s/n, no Bairro Novo. Mais informações pelo telefone (91) 3752-3121.

Texto: Vera Rojas/Hemopa
Fotos: Ascom/HGT

Você pode gostar...