Hospital Regional Público do Marajó adere à campanha nacional Maio Amarelo

A gestão do Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), em Breves, aderiu ao movimento nacional do Maio Amarelo com o intuito de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito.

Segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), obtidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), os acidentes de trânsito são responsáveis por uma das principais causas de internação e óbitos no Pará.

Entre 2010 e 2020, foram registradas no Estado 104.647 internações por acidentes de trânsito pelo Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), a maioria compreendendo vítimas entre 20 e 29 anos (29.150 mil internações) e 30 a 39 anos (23.125 mil internações), correspondendo a 77% do sexo masculino e 23% por mulheres.

Para contribuir com a redução de vítimas desse tipo de acidente, a Comissão Interna Prevenção de Acidente (Cipa) do regional do Marajó, realizou uma semana  de ação de educação, de 17, até esta quinta-feira (20). A ação envolveu colaboradores, usuários e acompanhantes e contou com dinâmicas entre perguntas e respostas, entregas brindes, além de orientações sobre melhoras no comportamento no trânsito.

Não faltaram informações para condutores de veículos, pedestres e até para o acesso de veículos na área do estacionamento do hospital.

“Queremos mostrar a todos a importância do   olhar com mais responsabilidade para o trânsito da nossa cidade, para que a gente possa ter um trânsito que flua, com mais segurança, com pessoas conscientes. Hoje, 90% dos acidentes que acontecem poderiam ter sido evitados. Falar do Maio Amarelo,  é falar sobre a responsabilidade das pessoas para um  trânsito mais seguro’’, pontuou Daniele Barbosa, colaboradora do HRPM, e membro da Cipa.

Referência na oferta de assistência de média e alta complexidade aos usuários dos municípios do sudoeste marajoara, o HRPM disponibiliza várias especialidades, entre Ortopedia/Traumatologia, tanto internação como atendimento ambulatorial, onde boa parte dos usuários são vítimas de acidentes variados, inclusive de trânsito.

Em 2020, a unidade registrou 1.977 consultas ortopédicas e 622 internações. Em 2021, foram 918 atendimentos ambulatoriais e 157 internações.

Servidores do Hospital Regional Público do Marajó (HRPM) participam de ação de educação para um trânsito mais seguro

Para a técnica de Enfermagem Maria Vandi, Lima, 50 anos, participar da ação de educação em saúde e receber as orientações corretas com os cuidados e as responsabilidades que se devem ter no trânsito, foi bastante benéfico. A partir de agora vou ter mais consciência, por onde entrar, estacionar da forma correta, respeitando meus colegas, sejam eles vindo de veículos ou não. Sobre as  orientações na rua também foi bastante válido para  respeitar os sinais, os pedestres e as pessoas que estão dirigindo, assim como eu’’, destacou a profissional que parabenizou o HRPM pela iniciativa.

A Sespa informou ainda que no Pará, os acidentes e as violências no trânsito responderam por 241 mortes em 2020, equivalente a 7,3% a menos do que o registrado no ano anterior. Em estudo realizado em serviços de urgência e emergência de capitais brasileiras, 25% dos atendimentos por causas externas foram devidos a acidentes de transporte.

A campanha do Maio Amarelo no HRPM foi  realizada nos turnos da manhã, tarde e noite, com o objetivo de envolver o maior número possível de colaboradores, usuários e acompanhantes.

SERVIÇO: O HRPM é um órgão do Governo do Estado que presta assistência de média e alta complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A Unidade dispõe de atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. O hospital está localizado na avenida Rio Branco, 1.266, no bairro Centro, do município de Breves. Mais informações: (91) 3783-2140/ 3783-2127

Texto: Lucas Brilhante/HRPM

Você pode gostar...