Já com pacientes de Covid-19, Hospital Galileu vai receber 30 respiradores

O Hospital Galileu se junta à rede de unidades do Estado para atendimento a pacientes de Covid-19

Dois dias depois de se tornar unidade de referência para atendimento exclusivo de pacientes com síndrome respiratória aguda, o Hospital Estadual Público Galileu (HPEG), na Região Metropolitana de Belém, já recebeu 30 pacientes transferidos de outros hospitais. A unidade dispõe de 98 leitos de internação e seis leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) – estes já totalmente ocupados.

Os 400 respiradores comprados da China pelo Governo do Pará chegam a Belém neste domingo (3). Destes, 30 serão enviados ao Hospital Galileu, informou a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

A medida de tornar o Hospital Galileu referência a pacientes com a Covid-19 foi anunciada na última quinta-feira (30) pelo governador Helder Barbalho, e visa desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e os prontos-socorros da Região Metropolitana.

No anúncio feito em mídias sociais, o governador esclareceu que o Galileu “não será um hospital de porta aberta, mas sim referenciado, que estará especificamente e de forma integral para atendimento a pacientes de Coronavírus no Estado do Pará”.

Ainda na quinta-feira, o Hospital Regional Dr. Abelardo Santos, em Icoaraci (distrito de Belém), começou a funcionar como pronto-socorro para pacientes com sintomas respiratórios.Novos equipamentos serão instalados no Galileu para garantir o pleno atendimento à populaçãoFoto: AD Produções / Divulgação

Novos equipamentos serão instalados no Galileu para garantir o pleno atendimento à população

Investimentos – Rodrigo Fauth, diretor Hospitalar do HPEG, informou que a unidade investiu na aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs) e insumos para o devido suporte aos profissionais e pacientes, além de iniciar a contratação de mais profissionais de saúde. “No início da pandemia, a gestão da unidade já havia adotado medidas, como a implantação de um comitê especial com foco na segurança e prevenção contra o Coronavírus. A equipe assistencial também recebeu treinamento e está preparada para o atendimento de pacientes suspeitos e confirmados para a doença”, garantiu o diretor.

Por ser um hospital especializado em atendimento de traumas, os pacientes ortopédicos do Galileu estão sendo transferidos para outras unidades de referência.

Texto: Rodrigo Reis/Emater

Foto: AD Produções

Você pode gostar...