Levantamento nacional mostra que o Pará está sem fila de espera para leitos de Covid-19

Sistema público de saúde mobilizado e abertura de novos leitos clínicos e de UTI para pacientes de Covid-19 evitaram colapso no Pará

Segundo levantamento do jornal O Globo, na última sexta-feira (5), o Pará é um dos cinco estados brasileiros que não tem fila de espera para leitos de Covid-19. O levantamento foi feito junto às secretarias estaduais de Saúde de todos os estados, mais o Distrito Federal, e leva em consideração leitos exclusivos, clínicos e de UTI, para Covid-19.

“Uma das nossas principais preocupações é evitar o colapso na rede hospitalar, por isso a equipe técnica da Sespa está constantemente acompanhando a necessidade de criação de novos leitos e está preparada para habilitá-los a qualquer momento”, explica o secretário de Saúde do Estado, Rômulo Rodovalho.

A regulação de leitos está dentro da normalidade no Pará. Neste sábado (06), o direcionamento de pacientes está levando em média 2,4 horas. A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) emite relatórios diários e a cada turno acompanha o tempo de resposta para a transferência de pacientes.

Outra medida estratégica para evitar filas de espera, para leitos clínicos e de UTI, é a criação de mais leitos por todos o estado.

“Recentemente anunciamos a abertura de mais 234 leitos distribuídos na Região Metropolitana, sudeste e sudoeste do Estado. Trata-se de uma ação do governo do estado para evitar o alto índice de ocupação na rede hospitalar”, afirma o secretário-adjunto de Saúde, Sipriano Ferraz.

Desde o início deste ano, o governo do estado tem ampliado a assistência para atender pacientes de Covid-19. As aberturas de leitos ocorrem de acordo com a situação epidemiológica de cada região. No oeste do Pará, 310 leitos já foram disponibilizados; em Castanhal, 50 leitos foram entregues e mais 50 serão acrescidos, totalizando 100; no Hospital de Campanha do Hangar, já foram ampliados 160 leitos e mais 100 serão criados, totalizando 420; também já foram entregues 20 leitos na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e, ao longo desta semana, com a ampliação gradual de leitos, Marabá contará com mais 44 leitos; Altamira com mais 30 leitos e Redenção terá mais 10 leitos acrescidos.

MONITORAMENTO – Ao todo, considerando a expansão que vem sendo realizada desde janeiro, serão 840 novos leitos exclusivos para o atendimento de Covid-19. Atualmente, o Pará tem 705 leitos clínicos, 15 leitos clínicos pediátricos, 3 de UTI Neonatal, 8 de UTI pediátrica, 429 de UTI adulto e todos os dias a taxa de ocupação é divulgada à população no Portal de Monitoramento da Covid-19 (covid-19.pa.gov.br).

Além do Pará, estão sem fila de espera para atendimento de Covid-19, Sergipe, Roraima, Paraíba e Espírito Santo.

Texto: Caroliny Pinho/Sespa

Foto: Pedro Guerreiro/Ag. Pará

Você pode gostar...