Morador de Viseu é centésimo paciente de Covid a receber alta no Hospital Regional de Castanhal

Luís Carlos da Silva, a filha Marilza e profissionais do Hospital Regional de Castanhal comemoram os 100 pacientes recuperados da Covid-19

“É um período muito complicado que estamos vivendo, mas o atendimento que recebemos no Hospital de Castanhal foi muito humanizado e nos trouxe conforto. As assistentes sociais foram muito atenciosas, e meu pai foi muito bem tratado pela equipe médica”. O alívio e a gratidão são de Marilza Pereira de Oliveira, filha do idoso Luís Carlos da Silva, 63 anos, centésimo paciente com a Covid-19 a receber alta médica em um mês no Hospital Regional de Castanhal, reaberto no dia 27 de fevereiro pelo Governo do Pará para atendimento exclusivo de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Após a alta médica, na manhã desta quinta-feira (25), o idoso seguiu para o município de Viseu, na região Nordeste, na divisa com o Maranhão, onde reside. Marilza contou que o pai foi diagnosticado com a Covid-19 há mais de uma semana, e teve 50% do pulmão comprometido. Luís Carlos foi transferido do Hospital Municipal de Viseu para o Hospital Regional de Castanhal (na Região Metropolitana de Belém) no último sábado (20), com todos os sintomas da doença. “Entraram em contato conosco pedindo autorização para transferência, e nós demos. Foram dias de apreensão porque não podíamos visitá-lo e estar perto dele, mas graças a Deus ele foi bem assistido e já teve alta. O acolhimento da família foi muito bom. Agora ele já está em Viseu descansando”, informa Marilza, que mora em Belém.

Reativado no final de fevereiro, o Hospital Regional de Castanhal reforça a estrutura de atendimento montada pelo governo do Estado para enfrentamento da pandemia, e se tornou referência para pacientes principalmente das unidades regionais de Castanhal, Capanema e São Miguel do Guamá. A unidade não oferece atendimento de urgência, nem funciona na modalidade “portas abertas”. Portanto, os pacientes com Covid-19 só são atendidos no Hospital se estiverem regulados pela Central Estadual de Leitos, a partir de solicitações das secretarias municipais de Saúde, como ocorreu com Luís Carlos.

Prioridade – “É com muita alegria que recebemos a notícia hoje do centésimo paciente a receber alta do Hospital Regional Público de Castanhal. Garantir a assistência e recuperação de todas as pessoas que precisam foi, e continua sendo, o nosso principal objetivo com a reabertura dessa unidade para atendimento exclusivo para Covid-19”, assegurou o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho.

Nesta quinta-feira (25), o Hospital Regional de Castanhal atende 90 pacientes, sendo 38 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No total, 134 pacientes foram atendidos, dos quais um foi transferido para outra unidade, 100 receberam alta médica e 33 faleceram. A taxa de ocupação de leitos clínicos é de 74,2%, e de UTI é de 95%. A taxa de ocupação geral no Hospital é de 81,8%.

Recuperação – Mais de 5 mil pessoas também receberam emocionadas a volta de seus familiares, após alta dos cinco hospitais de referência do governo do Estado nos últimos 12 meses.

“Nós tivemos uma grata satisfação e felicidade em dar essa notícia, já que tivemos em tão curto espaço de tempo altas de pacientes acometidos pela Covid-19 dentro do Hospital Regional de Castanhal. A equipe toda do Hospital tem se dedicado diuturnamente a dar um atendimento humanizado reconhecido pelos pacientes, de qualidade, em que o compromisso com a vida das pessoas tem sido respeitado”, frisou Pedro Anaisse, diretor do Hospital Regional de Castanhal.

Texto: Bruno Magno/CPH

Foto: Divulgação

Você pode gostar...