Nasce a bebê de número 3 mil no Hospital Materno-Infantil de Barcarena

Eloah Vitória, bebê 3 mil do Hospital Materno-Infantil de Barcarena

No último sábado, 19 de dezembro, nasceu Eloah Vitória, uma menina que simboliza um importante número para o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB). A bebê representa 3 mil nascimentos na unidade desde a sua inauguração, em 2018.

A pequena Eloah, que nasceu pesando 2.160kg, é a primeira menina de Ana Júlia Campelo, de 24 anos, pescadora e moradora de Baião, no oeste do Pará. Mãe de mais um menino de 5 anos, Ana descreve a emoção pelo parto após perder o pai para o coronavírus.

“Eloah surgiu na minha vida no momento mais difícil, quando perdi meu pai para a Covid-19. Com menos de um mês da sua morte, descobri a gravidez e senti que seria menina. Foi uma surpresa para todo mundo, alegria depois de tanta dor. Eu perdi um, mas ganhei outra. Um presente de Natal!”, disse a mãe emocionada.

Para chegar até o HMIB, a gestante Ana, ao lado da sogra Heloisa, fez uma longa viagem de três horas, com parada em Igarapé-Miri, devido às fortes dores. O coração de Ana só ficou mais tranquilo quando chegou na maternidade.

Eloah veio ao mundo em parto normal, com 45cm, saudável e 35 semanas de gestação. Ainda nos primeiros minutos após o parto, a mãe recebeu a filha no colo.

O nascimento de número 3 mil do HMIB é o resultado de uma unidade especializada em média e alta complexidades, referência para toda a região do Baixo Tocantins, atendendo mais de 11 municípios.

“Três mil oportunidades de vida” – Depois do parto, já no quarto com a bebê, Ana conta que apesar da longa trajetória para chegar na unidade, não se arrepende. “Comecei a sentir dores antes da hora, e eu não teria suporte para ter a bebê no meu município pelo risco da prematuridade”, explicou.

A mãe conta que foi um “desafio”, mas valeu a pena. “Deu tudo certo. Todo mundo ao meu redor e a equipe emocionada porque ela é o bebê 3 mil do hospital. Tinha uma enfermeira chorando, outra com um sorriso largo. Vai ficar marcado na lembrança todo esse carinho”, relatou Ana.

Para Nataliel Miranda, coordenador de enfermagem, a marca de 3 mil nascimentos representa a materialização de um trabalho em equipe. “Em um ano tão difícil, e com tantas perdas na pandemia, esses nascimentos representam três mil novas oportunidades de vida, de recomeço e garantia de saúde com um atendimento humanizado”, ressaltou.

“Todos os nascimentos são importantes” – A pequena Eloah ainda segue na unidade, e está sendo acompanhada pela equipe de enfermagem, pois nasceu antes de nove meses de gestação, e deverá ter alta em breve com toda a segurança. De acordo com Joice Vaz, diretora assistencial do HMIB, o nascimento de Eloah representa um cumprimento da missão da unidade.

“Todos os nascimentos são importantes, porém, o fato de hoje estarmos comemorando esse número, não é apenas um marco histórico, mas a reflexão de que nosso trabalho é positivamente correspondente com o nosso propósito enquanto instituição hospitalar”, destacou.

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Ture atendimento em média e alta complexidades para gestantes e bebês prestando atendimento 100% gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Texto: Adrielle Sousa/HMIB

Fotos: Ascom/HMIB

Você pode gostar...