Pacientes recuperados enviam mensagens de apoio aos profissionais do Hospital Regional do Sudeste do Pará

A batalha contra a Covid-19 no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, completou 1 ano na quarta-feira, 24. A unidade, que pertence ao Governo do Pará, prestou homenagens aos profissionais que estão na linha de frente de combate ao novo coronavírus que, na ocasião, também contou com apoio de pacientes recuperados da doença.

Com um mural repleto de mensagens em agradecimento, instalado pela Comissão de Humanização do Regional do Sudeste no corredor do hospital, os profissionais se emocionaram pelo carinho deixado por ex-pacientes, e até por familiares das pessoas recuperadas da Covid-19 na unidade.

Para o secretário de Saúde do Pará, Romulo Rodovalho, a iniciativa dos pacientes recuperados é um ato de gratidão pelo atendimento prestado. “Não deixa também de ser um exercício de otimismo para que continuem a atuar pela recuperação de outros pacientes ainda internados. Trata-se de uma conjunção de forças pelo bem-estar de todos os envolvidos”, destacou.

Valdejane Barros, assistente social e que está em contato diário com estes familiares, complementa que o reconhecimento do trabalho dos profissionais é reflexo do atendimento prestado por todos no hospital em busca da plena recuperação dos pacientes.

“Esse tipo de agradecimento fortalece ainda mais o trabalho que desenvolvemos, que é de sempre oferecer uma assistência humanizada e segura. Ficamos felizes com as homenagens e com todo carinho de nossos pacientes e seus familiares”, explicou.

Uma das mensagens no mural é o da autônoma Ligia Maria, que teve familiar atendido no HRSP. Com elogios e comparando os profissionais de saúde a heróis, sua mensagem destacou o respeito e admiração por quem luta diariamente pela vida.

“Agradeço de coração todo o atendimento prestado no HRSP, nunca duvidei da excelência do atendimento. Fomos muito bem recebidos e acolhidos, estarei todos os dias orando pelos profissionais desse hospital”, escreveu.

Para Paulino Santos, que recebeu alta após oito dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sua recuperação só foi possível devido ao empenho e dedicação dos colaboradores.

Em sua mensagem, um agradecimento mais do que especial. “Agradeço de coração aos profissionais do hospital, que se dedicaram na minha recuperação. Obrigado a todos sem exceção por terem me ajudado a vencer essa doença”.

Já a médica Márcia Helena Casanova, que ficou internada 15 dias na UTI, ficou impressionada nesse período pelo tratamento humanizado que recebeu. Isso a motivou e deu forças para se recuperar da doença.

“Quando cheguei no hospital estava muito desanimada devido a doença, mas fui tão bem acolhida, que logo me senti entre amigos. Humanização no HRSP não é feita só na teoria, é feita na prática diariamente, o que me motivou a cada dia vencer essa doença terrível que já tirou tantas vidas”, comentou.

O HRSP conta hoje com 42 leitos exclusivos para pacientes dos casos mais graves do novo coronavírus, sendo 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 12 de enfermaria.

Referência para 22 municípios do Estado, o Regional do Sudeste do Pará possui ao todo 115 leitos. A unidade já prestou assistência para cerca de 500 pacientes com a doença. O atendimento prestado pelo HRSP é 100% gratuito pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Texto: Ederson Oliveira/HRSP

Foto: Ascom/HRSP

Você pode gostar...