Pará confirma primeiro caso de Covid-19 no regime aberto do sistema penitenciário

O governador Helder Barbalho, ao lado dos secretários Jarbas Vasconcelos (e) e Alberto Beltrame, ressaltou a importância do aumento no percentual do isolamento social. Fotos: Bruno Cecim / Ag.Pará

Entre os 11 novos casos confirmados de Covid-19 no Pará, anunciados nesta quarta-feira (8) ao vivo, pelo governador Helder Barbalho, está um interno da Casa do Albergado, unidade prisional localizada no bairro de Val de Cans, em Belém. Ao lado do governador estavam os secretários de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos, e de Saúde Pública, Alberto Beltrame.

Dentro da determinação do governo de priorizar a transparência nas informações sobre a pandemia, o secretário Jarbas Vasconcelos garantiu que não há contágio generalizado no sistema carcerário do Estado. O custodiado infectado cumpre regime aberto e trabalhava fora durante o dia. Os sintomas foram apresentados três dias após a publicação do decreto estadual que suspendeu visitas às unidades penais, como forma de prever o contágio pelo novo Coronavírus.Jarbas Vasconcelos e Helder Barbalho também defenderam os projetos que incentivam a ocupação dos presos Fotos: Bruno Cecim / Ag.Pará

“No dia 20 saiu o decreto e, na terça-feira seguinte, dia 24, ele se sentiu mal. Foi atendido numa unidade de saúde, depois foi para o Hospital Porto Dias, onde fez o teste, e o resultado saiu ontem (7 de abril), confirmando que ele estava infectado. Ele iria para a unidade exclusiva que dispomos em Marituba (Região Metropolitana de Belém), mas o juiz titular da 3ª Vara de Execução Penal determinou seu recolhimento para a unidade domiciliar, depois que foi constatado pela equipe médica que ele estava em boas condições”, informou Jarbas Vasconcelos, acrescentando que o custodiado ficará em casa com tornozeleira eletrônica.

Jarbas Vasconcelos frisou que as medidas adotadas antecipadamente foram essenciais para evitar o contágio

Os outros egressos da Casa do Albergado estão isolados e monitorados. “É uma unidade de progressão (Casa do Albergado) onde são recrutados internos de bom comportamento, e onde todos trabalham e estudam. Eles já estão isolados, e caso haja alguma suspeita, se alguém apresentar sintomas, seguiremos com todo o protocolo”, reiterou o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). Ele disse ainda que a casa penal não está lotada, pois possui 155 vagas e, atualmente, custodia 135 pessoas privadas de liberdade.

Embora o sistema penitenciário do Estado tenha registrado o primeiro caso positivo de Covid-19, Jarbas Vasconcelos destacou a importância de o Estado ter adotado, antecipadamente, as medidas restritivas para evitar o contágio nas casas penais e de higienização em órgãos de segurança. Apesar da confirmação deste caso, a Seap continuará mantendo presos em trabalhos de limpeza de ruas, canais e outros logradouros públicos. Só a quantidade de internos foi reduzida, de 2.576 para 66.

“Eles estão exclusivamente numa unidade prisional, saem e voltam com toda assistência e segurança. E vão trabalhar, a partir de amanhã (dia 09), fazendo as marcações nas paradas de ônibus, numa atuação conjunta entre Seap e Detran (Departamento de Trânsito)”, disse Jarbas Vasconcelos.

“É importante colocar o preso para trabalhar. Não é correto esse preso ficar sem produzir, sem retribuir à sociedade. E, principalmente, porque é uma forma de ressocialização, na medida em que o torna útil e ocupa a mente”, complementou o governador Helder Barbalho.

Boletim atual – Nesta quarta-feira mais uma morte foi confirmada no Pará por causa da Covid-19. Até hoje, o Pará registra 165 casos confirmados, 135 em análise, 1.135 descartados e seis mortes.

Helder Barbalho aproveitou a transmissão ao vivo para agradecer à população do Pará por atender ao apelo das autoridades e melhorar o índice de isolamento no Estado. O sistema que realiza o monitoramento, medindo a quantidade de celulares em cada município, atestou que, de ontem (dia 7) para hoje (8), a taxa de isolamento aumentou de 40% para 52,5%.

Alberto Beltrame voltou a pedir às pessoas que, se saírem de casa, usem máscaras e lavem as mãos. Fotos: Bruno Cecim / Ag.Pará.

Alberto Beltrame voltou a pedir às pessoas que, se saírem de casa, usem máscaras e lavem as mãosFoto: Bruno Cecim / Ag.Pará“Isso nos tirou do 20º lugar em relação aos outros estados brasileiros, ficando assim em 15º lugar. Essa porcentagem de 52,5%, que está entendendo a mensagem e a importância de continuar em casa para se proteger, mostra que a população está se conscientizando”, frisou o governador, que também lembrou que as igrejas estão se mobilizando para orientar as pessoas a evitar a circulação pelas ruas.

“Se sair de casa, use a máscara, além da higiene nas mãos e todos os procedimentos que já orientamos, para que as pessoas possam ficar protegidas”, complementou o secretário Alberto Beltrame.

Hospital de Campanha – Ainda durante o comunicado, o governador informou as datas previstas para o funcionamento dos quatro Hospitais de Campanha:

Belém (Região Metropolitana) – dia 10/04 – sexta-feira

Marabá (Sudeste) – dia 13/04 – segunda-feira

Santarém (Oeste) – 16/04 – quinta-feira

Breves (Arquipélago do Marajó) – 17/04 – sexta-feira

Quem estiver interessado em trabalhar no Hospital de Campanha de Marabá pode enviar currículo para o email: rhps.hospcampanha.maraba@gmail.com

*Texto original de Jackie Carrera (Secom).

Você pode gostar...