Pará fica no 4º lugar no ranking nacional no índice de isolamento social, mas pode melhorar

Isolamento social melhorou nos cinco municípios da Região Metropolitana de Belém sob lockdown, prorrogado por mais uma semana

No sábado, 20, o Pará registrou melhora no índice de isolamento social, com taxa de 44,59%, mas fica no quarto lugar no ranking dos estados brasileiros, ficando atrás do Acre (55,49%), Ceará (45,36%) e Amapá (45,23%). Com taxa de 48,64%, Belém também apresentou melhora no índice de pessoas permanecendo em suas casas, mantendo a segunda colocação entre as capitais. Os dados foram divulgados neste domingo, 21, pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Como um todo, em todos os municípios que estão atualmente no bandeiramento preto (lockdown) houve melhora no índice em relação ao dia anterior (19): Ananindeua (46,1%), Marituba (43,7%), Benevides (50,1%) e Santa Bárbara (46,8%). Por se tratar do final de semana, é esperado que as pessoas permaneçam mais em casa.

Ualame Machado, titular da Secretaria de Segurança Pública, diz que os efeitos do Decreto 800/2020, prorrogado pelo Governo do Estado, contribui para os índices, mas ele diz que há necessidade de melhoras.

“Claro que ainda precisamos melhorar, ainda é muito aquém do que é desejado pelos órgãos de saúde, mas reflete justamente o efeito do lockdown no Pará que vem sendo feito na Região Metropolitana de Belém, em especial nos cinco municípios que a compõem.”

O endurecimento da fiscalização por parte dos órgãos de segurança também é fator contribuinte. De 00h até 23h59, foram registrados em todo o Estado cerca de 88 infrações, sendo 78 de Pessoa Física e 10 de Pessoa Jurídica.

RMB – Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Curió-Utinga (66%), Nazaré (65,6%) e Souza (62%). Os que mais tiveram pessoas fora da residência foram: Água Boa (19%), Jurunas (24,2%) e Águas Negras (30,4%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros da Cidade Nova VI (59,9%), Icuí-Laranjeira (56,8%) e Águas Lindas (56,7%). Os piores índices foram registrados em Providência (32%), Maguari (34,5%) e Júlia Seffer (34,5%).

Serviço: O percentual de isolamento dos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis em um espaço exclusivo sobre os índices no site da Segup.

Texto: André Macedo/Segup

Foto: Bruno Cecim/Ag. Pará

Você pode gostar...