Pará já aplica segunda dose de vacina em agentes de segurança pública

Policiais civis e militares e demais servidores da área de Segurança Pública completam a imunização contra a Covid no Pará

No Pará, a vacinação contra Covid-19 de agentes de segurança pública continua neste sábado (17) em dois polos, nos municípios de Belém e Marituba, ambos na Região Metropolitana, com a expectativa de imunizar 2.009 servidores que atuam na RMB. O Pará foi o primeiro Estado brasileiro a vacinar profissionais de segurança pública que, assim como os servidores da área de saúde, estão na linha de frente do enfrentamento à pandemia. A segunda etapa de vacinação para esse segmento será encerrada na próxima segunda-feira (19), com a expectativa de alcançar os 4.954 profissionais que já tomaram a primeira dose em março.

Podem se vacinar até às 16 h de hoje policiais civis, servidores do Departamento de Trânsito (Detran), do Corpo de Bombeiros Militar, do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), além de guardas municipais de Belém (GBel) e de Marituba (GCM), agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e das polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF).

Bombeiros militares também garantem a proteção para que continuem a trabalhar pela sociedade

Os dois polos em Belém estão funcionando no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), no Quartel do Comando-Geral (QCG) e em Marituba, este último sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde.

“É importante a parceria firmada. Todas as forças de segurança estão inseridas no contexto do cumprimento do decreto, e essa vacinação veio em boa hora para nós. Para o servidor nosso que tá na rua, de todas as forças, estar bem seguro, tranquilo no cumprimento das suas atividades nas vias pública”, ressaltou o inspetor da  Guarda Municipal de Belém, Antônio Carlos Tavares.

Atuação nas ruas – Na próxima segunda-feira, a vacinação ocorrerá no posto instalado no Centro de Formação Aperfeiçoamento e Especialização (Cfae), no Conjunto Cidade Nova VII, em Ananindeua. Haverá a distribuição de 470 doses para servidores da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Seap.

“Os profissionais da segurança pública estão desde o início da pandemia atuando de forma enérgica, seja na fiscalização de estabelecimentos comerciais, instalação de barreiras, bloqueio de praias, entre muitas outras ações, para diminuir os riscos de proliferação da Covid-19. Então, é necessário que eles estejam protegidos para continuar exercendo suas atividades de maneira segura. Além disso, é também a maneira de demonstrar nosso reconhecimento e valorização a esses profissionais”, afirmou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

Apesar da eficácia comprovada após a aplicação das duas doses das vacinas, os cuidados com a higienização e o uso de itens de proteção individual devem permanecer, reiterou o investigador da Delegacia da Mulher de Belém, Marco Rodrigues.

“É uma sensação maravilhosa, e nos deixa bastante tranquilos. Agora com essa segunda dose, o sistema imunológico reforça mais ainda, mas os cuidados têm que permanecer, com uso de álcool gel e máscara. Não é porque está tomando a segunda dose que a gente tá imune ao vírus. A vacina é um reforço muito importante, mas os cuidados permanecem até as coisas se normalizarem mesmo. Mas eu tô muito tranquilo, muito satisfeito com isso”, ressaltou o policial civil.

Agentes do Detran mostram aliviados a carteira de vacinação contra a Covid-19

Servidores do Detran – Agentes de fiscalização do Detran tomam a segunda dose da vacina Coronavac/Sinovac, neste sábado, na sede do Comando-Geral da Polícia Militar do Pará. Podem completar a imunização 196 agentes. Outros 21 agentes, que não tomaram a primeira dose no dia 30 de março, já foram vacinados no CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar do Pará), no bairro do Souza, em Belém.

Para o agente Francilei Roberto, o momento é de renovação da esperança em dias melhores. “O meu sentimento é de segurança em meio a toda essa crise que estamos vivendo. Quando muitos esperam por essa vacina, nós, agentes, estamos tendo o privilégio, devido ao nosso trabalho ser essencial para proteger as pessoas nas vias e oferecer um trânsito cada vez melhor. Só tenho a agradecer”, disse o servidor.

Esperança e gratidão são os principais sentimentos ressaltados por servidores do Detran

A agente Nívia Gorayeb declarou que “minha felicidade e gratidão nesse momento são imensuráveis. Eu aguardei tanto, e pedi tanto por esse momento. Só tenho a agradecer. Aproveito também para pedir a toda a população que continue se prevenindo, porque nós, que estamos na linha de frente, pois somos da Segurança Pública, estamos passando por uma grande pressão e medo por não saber quem tem ou não o vírus quando estamos em abordagem nas ruas. E, assim, acabamos levando esse vírus para a nossa casa e colocamos quem mais amamos em risco. Por isso, eu peço para que todos colaborem”. (Colaboração de Eduado Vilaça e Celso Junior – Ascom/Detran).

Texto: Aline Saavedra/Segup

Fotos: Ascom/Segup

Você pode gostar...