Pará recebe 17 pacientes vindos de Manaus para tratamento no Hospital de Campanha de Belém

O Pará continua garantindo atendimento a pacientes com Covid-19 oriundos do Amazonas

Dezessete pacientes em tratamento contra a Covid-19 desembarcaram, nesta sexta-feira (22), na Base Aérea, em Belém. Essa é, até agora, a maior transferência de vítimas do novo coronavírus vindas de Manaus, no Amazonas, para o estado do Pará. A transferência de pacientes com Covid-19, vindos do Amazonas em busca de tratamento no Pará devido à crise de saúde, iniciou na última segunda-feira (18).

Nesta sexta-feira, além dos 17 pacientes que vieram de uma única vez, outros dois foram trazidos no início da tarde. Até agora, foram encaminhadas 25 pessoas do Amazonas para o Estado do Pará, entre elas James Rocha Pinheiro, 54 anos, que ainda respira com dificuldade, mas conseguiu fazer sinal de positivo com as mãos ao entrar no Hospital de Campanha de Belém, instalado no Hangar – Centro de Convenções.

As vítimas do novo coronavírus chegaram com suporte de oxigenação e, após serem acomodadas em macas móveis, foram encaminhadas ao Hospital de Campanha montado pelo governo do Pará no Hangar – Centro de Convenções, na capital paraense.

O avião que transportou os doentes de Manaus para Belém pousou na Base Aérea

Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) receberam os pacientes ainda na pista de pouso, onde conversaram com os profissionais de saúde responsáveis pelo suporte médico dentro da aeronave.

“Todos os pacientes vieram estáveis. Mas com a viagem, é normal que a diferença de pressão altere o quadro temporariamente. Todos serão encaminhados para semi intensiva no hospital”, Camylla Rocha, diretora da Sespa.

Veículos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram utilizados em apoio ao recebimento e deslocamento de pacientes ao hospital. O objetivo foi assegurar o bem estar e o isolamento dos pacientes.

“Mesmo dentro do hospital de Campanha, os pacientes ficam em isolamento, sem nenhum tipo de contato com os outros pacientes. Essa medida é um protocolo de segurança sanitária para controle e combate do vírus. Dessa forma, estamos impedindo, inclusive, a possível propagação da nova Cepa do vírus aqui no Pará”, destacou Carla Figueiredo, diretora Sespa.

A transferência de pacientes com Covid-19, vindos do Amazonas em busca de tratamento no Pará devido a crise de saúde, iniciou na segunda-feira (18). Até esta sexta-feira (22), foram encaminhadas 25 pessoas, entre elas seu James Rocha Pinheiro. O senhor de 54 anos, ainda respira com dificuldade, mas conseguiu forças para fazer sinal de positivo com as mãos, ao entrar no Hospital de Campanha.

Texto: Ronan Frias/Cohab

Fotos: Bruno Cecim/Ag. Pará

Você pode gostar...