Policlínica Itinerante atendeu 369 pacientes com sintomas leves de covid-19 em Altamira

O segundo dia de atendimento da Policlínica Itinerante, realizada no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), começou com um movimento ainda maior, nesta terça-feira (16), um total de 369 pessoas foram atendidas e 2.309 exames foram realizados, distribuídos entre atendimentos médicos, verificação de oximetria, verificação de temperatura, medição de pressão arterial, glicemia, testes rápidos e PCR, tomografias, além de atendimentos na farmácia.

Dona Neuzarina Machado não imaginou que passaria por tantos exames,  uma vez que acreditava que seria bem difícil conseguir o atendimento, mas se surpreendeu ao chegar ao local.

“Eu ouvi a divulgação na rádio, decidi vir, mas me disseram que seria difícil receber o atendimento, como é nos outros locais, e ao chegar aqui, quanto eu terminava um, era logo encaminhada para outro exame”, contou a dona de casa, de 49 anos, que saiu mais aliviada por ter recebido o resultado negativo para covid-19.

O diretor do 10° Centro Regional da Sespa, Maurício Nascimento, avaliou de forma positiva as  ações realizadas durante esses dois dias.

“Só ontem, nós tivemos quase 200 atendimentos, com essa estrutura da Policlínica, vale reforçar esse investimento que foi feito pelo Governo do Pará, dando uma resposta de imediato à população, um trabalho em conjunto da Sespa, do Governo do Pará, através do governador Helder, Secretaria Regional de Governo do Oeste do Pará, e a gente só tem a agradecer todo esse empenho, essa estrutura fazer tudo de forma muito rápida no atendimento”, pontuou.

Henderson Pinto, Secretário Regional de Governo do Oeste do Pará, que também esteve presente neste segundo dia, classificou como bastante assertiva as ações realizadas.

A Policlínica Itinerante do Pará é uma estratégia do Governo do Estado no combate à pandemia de covid-19, que atua já nos primeiros sintomas em pacientes de  diversos municípios do Estado e agora na região do Xingu e do Tapajós, percorrendo a Transamazônica, nessa primeira etapa em cinco municípios.

“Em Altamira, a ação conseguiu atender as nossas expectativas, com uma média de 150 a 200 atendimentos por dia. É importante ressaltar que este trabalho é essencial para que as pessoas sejam tratadas logo nos primeiros dias de sintomas, para que não necessitem de atendimento hospitalar. Essa estratégia do Governador Helder Barbalho é bastante assertiva, ao mesmo tempo que se trabalha a ampliação de leitos, que estão em processo de instalação e isso é fundamental, são várias frentes de trabalho visando a garantir atendimento e assistência médica”, disse Henderson. O próximo município a receber a Policlínica itinerante será Placas, nos dias 18 e 19.

Texto: Ronilma Santos/SRGBA

Você pode gostar...