Policlínica Itinerante segue com atendimentos em Santo Antônio do Tauá

Atendimentos são voltados para quadros leves e moderados e, assim, evitar que os casos evoluam e se agravem

Nesta quinta feira (14), a Policlínica itinerante no município de Santo Antônio do Tauá, no nordeste paraense, atendeu 250 pessoas com sintomas iniciais de coronavírus. Para o coordenador de Contingência da unidade, Sipriano Ferraz, a iniciativa está sendo avaliada positivamente.

“Foi tudo ótimo. Tivemos 250 pessoas atendidas. Não tivemos filas grandes, a triagem na porta funcionou muito bem. Distribuímos os medicamentos e as pessoas saíram muito satisfeitas”, frisou.

A Policlínica instalada em unidades móveis funciona de 8h30 até as 17h30 e deve ficar no município até a próxima segunda-feira (18). A estrutura conta com consultórios, um tomógrafo para realização de exames e uma equipe formada por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Após avaliação médica, se necessário, são liberados os medicamentos recomendados para pacientes com Covid-19, tais como: Azitromicina, Hidroxicloroquina e Amoxicilina. A estratégia de assistência é a mesma da Policlínica Metropolitana, em Belém.

“A gente veio para cá porque foi analisado o número de casos confirmados por cada 100 mil habitantes. E, proporcionalmente, Santo Antônio do Tauá era onde tinha o pior índice. Tinha uma situação muito complicada. Bastante casos de pessoas doentes. E o nosso atendimento é para quadros leves e moderados, ou seja, para evitar que os casos evoluam e se agravem, necessitando de internações em UTIs”, ressaltou Ferraz.

Texto: Jackie Carrera/Secom

Fotos: Marco Santos/Ag. Pará

Você pode gostar...