Santa Casa comemora a alta de mais de 20 crianças com Covid-19 no 1° quadrimestre

Bruno Carmona, presidente da FSCMP

Desde o início deste ano, a Santa Casa do Pará já deu alta hospitalar para mais de 90 crianças com suspeita de Covid-19. Dessas, mais de 20 confirmaram a doença, ficaram internadas e se recuperaram totalmente do vírus. A alta dessas crianças é resultado da dedicação e profissionalismo de toda equipe multiprofissional, principalmente os que estão no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

O presidente da Fundação Santa Casa do Pará, Bruno Carmona, explicou que, assim como às gestantes, a Santa Casa também é referência no atendimento em pediatria, tanto clínico quanto cirúrgico e ressaltou a importância do trabalho em equipe na recuperação dos pequenos.

Enfermeira Viviane do Socorro Silva Ferreira

“Somos um hospital referência para atendimento às crianças e, em menos de um ano, nossos profissionais aprenderam a lidar com os casos de Covid-19 na pediatria, e neste ano, toda a nossa operação foi montada de forma mais rápida e os resultados têm sido muito satisfatórios”, ressalta Bruno. “É a Santa Casa cumprindo mais uma vez seu papel institucional junto à população do Estado do Pará”, complementou.

Para Viviane do Socorro Silva Ferreira, enfermeira da ala pediátrica exclusiva para Covid-19, a rápida recuperação das crianças é resultado também da assistência humanizada prestada pela equipe.

“Atendemos crianças de todo Estado e sentimos grande satisfação ao vê-las saindo de alta. Muitas chegam em estado grave, com desconforto respiratório e baixa saturação, na verdade, é muito emocionante, pois no decorrer do tratamento, a gente observa que elas melhoram consideravelmente não só pelo tratamento terapêutico, mas também pelo carinho da atenção a humanização que prestamos”, disse.

Com um pouco mais de um mês de vida, João Miguel lutou bravamente contra a Covid-19 e venceu a doença. Ele é o caçula de Odilene Santa Brígida Teixeira, 31 anos, que mora no município de Primavera do Pará, nordeste do Estado, e ficou oito dias internado na enfermaria menino Jesus da Santa Casa, onde ficam as crianças que testam positivo para Covid-19. Ele recebeu alta médica na tarde da última quinta-feira (29).

Odilene Santa Brígida Teixeira, mãe do João Miguel

Odilene agradeceu pelo atendimento recebido e contou que o filho fez o primeiro atendimento no PA Covid-19 de Primavera, onde testou positivo e foi diagnosticado com infecção do pulmão.

“Assim que saiu o resultado eles solicitaram um leito por causa da infecção no pulmão. Fomos então encaminhados para o regional de Salinas, onde fomos muito bem atendidos, e de lá viemos para a Santa Casa. Quando chegamos aqui, fomos mais bem atendidos ainda, por isso quero parabenizar esses profissionais maravilhosos. São todos pessoas excelentes, dos técnicos, enfermeiras aos seladores. Essas pessoas maravilhosas me trataram super bem, são pessoas lindas que alegram o dia da gente”

 

Texto: Helder Ribeiro/Santa Casa

Fotos: Divulgação

Você pode gostar...