Saúde do Pará receberá mil máscaras face shield produzidas por custodiadas do Estado

Máscaras modelo face shield produzidas por internas do CRF serão destinadas aos profissionais de saúde do estado

As ações que visam combater o coronavírus não param no Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), iniciou a confecção de mil máscaras modelo face shield, que serão destinadas aos profissionais da área de saúde do estado. A produção do equipamento de proteção teve início na última sexta-feira (8).

As internas do CRF, que fazem parte da Cooperativa Social de Trabalho Arte Empreendedora (Coostafe), estão contribuindo com a primeira etapa do projeto. Em seguida, os materiais serão destinados para o Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR) da Sespa, para serem finalizados.

“Essa parceria com a Sespa, por meio do Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação, possibilitará a produção de máscaras face shield, para servidores da saúde que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus” – Belchior Machado, diretor de Reinserção Social da Seap.

A máscara face shield é um equipamento de proteção individual para uso na região frontal da cabeça do profissional. Ela possui uma área de proteção que envolve os olhos, nariz e boca, contribuindo para evitar o contágio da Covid-19.

A Diretoria de Reinserção Social está planejando estender a ação para as outras casas penais do estado. O diretor de Reinserção Social, Belchior Machado, ressalta que o trabalho prisional tem sido uma importante ferramenta de reinserção social no enfrentamento à pandemia. “Estamos buscando contribuir de várias formas no combate à Covid-19, desde limpeza e desinfecção de órgãos à produção de equipamentos de proteção”, afirma o diretor.

Texto: Vanessa Van Rooijen/Seap

Foto: Ascom/Seap

Você pode gostar...