Sespa apoia municípios e amplia cobertura de Saúde Bucal

Sespa incentiva Escovação supervisionada

Com o objetivo de ampliar a cobertura de Saúde Bucal da população paraense, a Coordenação Estadual de Saúde Bucal da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) vem trabalhando arduamente ao lado de todos os municípios para que possam oferecer à população acesso aos serviços odontológicos em todos os níveis de Atenção à Saúde. Todo o trabalho é realizado em conjunto com os Centros Regionais de Saúde.

Segundo a coordenadora de Saúde Bucal, Alessandra Amaral, uma das prioridades da área é ampliar a cobertura das equipes de Saúde Bucal (ESB), cuja meta no primeiro ano de gestão era alcançar 45%. “Conseguimos habilitar 38 novas equipes e chegar à cobertura de 43,33% até o momento, abrangendo um pouco mais 3,6 milhões de habitantes”, disse ela, ressaltando que houve um aumento da população do Pará em torno de 150 mil habitantes entre 2018 e 2019. “Ainda há no Ministério da Saúde, uma solicitação de credenciamento para 66 novas equipes de Saúde Bucal ESB para os nossos municípios”, acrescentou Alessandra.

Para incentivar o aumento da cobertura populacional de ESB, a gestão estadual vem sensibilizando os gestores de Saúde dos 144 municípios, sobre a importância que deve ser dispensada à Saúde Bucal, apoiando-os com doação de insumos e equipamentos odontológicos, realizando monitoramento e assessoramento técnico, avaliação dos serviços públicos de Saúde Bucal, qualificando coordenadores municipais de Saúde Bucal, informando sobre a legislação vigente e sobre o uso dos sistemas de informação.

Alessandra Amaral, coordenadora estadual de Saúde Bucal

Na área de Atenção Primária, além da cobertura de ESB, a Sespa pactuou com os municípios mais um indicador importante que é aumentar a média de ação coletiva de escovação dental supervisionada para 1%. Para alcançar essa meta, a Coordenação Estadual realizou assessoramento técnico aos 144 municípios quanto à correta inserção de produção nos sistemas de informação, evitando a subnotificação de dados de escovação dental supervisionada realizada pelas equipes municipais; e doou 15.040 kits de higiene bucal (escova, creme dental e fio dental) às Secretarias Municipais de Saúde em apoio às atividades educativas e preventivas da doença cárie e outras afecções que acometem a cavidade bucal.

De acordo com Alessandra Amaral, a Sespa está em processo de compra de mais kits de higiene bucal para regularizar a doação sistemática aos 144 municípios, como forma de incentivo a prevenção das doenças que acometem a cavidade bucal. “Em função dessa situação, de acordo com o Sistema de Informação para a Atenção Básica (Sisab), a escovação dental supervisionada atingiu a média de 0,14%, mas, em 2020, o resultado será muito melhor”, afirmou a coordenadora estadual.

Em números, de janeiro a novembro de 2019, foram realizados monitoramentos em 14 municípios, com visita técnica a 77 equipes de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família, e a 11 Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) nos municípios de Benevides, Castanhal, Tailândia, Tucuruí, Abaetetuba, Salinópolis, Santarém e Redenção. Também foram realizadas 115 assessorias técnicas a gestores e a coordenadores municipais de Saúde Bucal.

No que tange à média complexidade, o Ministério da Saúde credenciou dois CEOs, sendo habilitação em 2ª fase em São Caetano de Odivelas e em 1ª fase em Bragança; e habilitou quatro Laboratórios Regionais de Prótese Dentária nos municípios de Cametá, Chaves, Jacundá e Novo Progresso.

Encontro Estadual de Coordenadores Municipais de Saúde Bucal

Evento – No mês de outubro, a Sespa realizou o VII Encontro Estadual de Coordenadores Municipais de Saúde Bucal inserido na programação do XII Congresso Internacional de Odontologia da Amazônia, que contou com apoio da Secretaria para a sua realização.

A finalidade do Encontro foi apresentar as perspectivas da Coordenação Estadual de Saúde Bucal até 2022, debater sobre a Política Estadual de Saúde Bucal, expor ações realizadas em todo o Pará e ouvir as demandas dos coordenadores e secretários municipais de Saúde. No estande da Sespa, também foi disponibilizado atendimento individualizado aos coordenadores municipais.

 

Nayara Milhomem Feitosa representa o município de Rio Maria

A Sespa lançou, nesse Encontro, o prêmio “Experiências Exitosas em Saúde Bucal 2019”, destinado ao município que tivesse boa experiência para relatar, tivesse responsabilidade na gestão de Saúde Bucal, com coordenador de Saúde Bucal instituído; tivesse o mínimo de 35% de cobertura de saúde bucal, não tivesse ESB suspensa ou descredenciada em 2019, e tivesse alcançado a meta de 1% de escovação supervisionada. “Então premiamos o município de Rio Maria com mil kits de higiene bucal, porque alcançou em setembro de 2019, 3,85% de média de indicador”, informou Alessandra Amaral.

Concluindo, Alessandra Amaral, falou sobre as perspectivas para os próximos anos. “Pretendemos fortalecer os Centros Regionais de Saúde; fortalecer os sistemas de informação; inserir a Saúde Bucal em todos os Programas, Coordenações e eventos; expandir e qualificar os Centros de Especialidades Odontológicas; ampliar a Odontologia Hospitalar em hospitais da rede pública; ampliar o atendimento de Pacientes com Necessidades Especiais (PNE) nos Hospitais Estaduais; regulamentar a Rede de Atenção ao Fissurado Labiopalatal; implantar o Projeto Saúde Bucal do Futuro, com ações voltadas para os bebês; ampliar o número de equipes de Saúde Bucal na ESF; criar a Saúde Bucal Itinerante em apoio aos municípios; e implementar a doação de kits de higiene bucal aos municípios producentes, além de muitas outras ações”.

Texto: Roberta Vilanova

Fotos: José Pantoja

Você pode gostar...